HomeGastronomiaTurismo Gastronômico no Brasil – uma tendência em alta!
Gastronomia

Turismo Gastronômico no Brasil – uma tendência em alta!

Turismo gastronômico no Brasil
Uma tendência que vem ganhando espaço nos corações dos brasileiros.

Ano a ano, o turismo gastronômico vem ganhando força através de iniciativas proporcionadas por diversas prefeituras e governos estaduais.

Em todo o mundo, comer é uma celebração – somos seres gregários e como tal, nossas relações são celebradas ao redor de uma mesa farta com os melhores alimentos do lugar em que estivermos.

O Brasil é famoso por seus sabores e gastronomia forte, oriunda dos nativos indígenas, dos colonizadores portugueses, africanos e imigrantes de diferentes nacionalidades que compuseram nossa cultura e nossos costumes.

Desde a arretada culinária nordestina, os pratos indígenas à base de peixes e frutos do norte às maravilhas gastronômicas imigrantes presentes no sul, passando pelo exotismo das comidas do centro-oeste e os sabores consagrados da plural cozinha do sudeste – a gastronomia brasileira tem um roteiro perfeito, 365 dias do ano.

Leia também: Turismo de Experiência – conheça essa tendência do turismo atual

Roteiros gastronômicos do nordeste

O nordeste é conhecido por sua grande diversidade culinária. A maior região brasileira é composta de 9 estados e tem características bem distintas e saborosas.

Acarajé
Acarajé, um clásico baiano

Seja a marcante culinária baiana, as delicias alagoanas, cearenses e sergipanas, os populares pratos pernambucanos e os sabores fortes do Rio Grande do Norte, Piauí e do Maranhão – você terá experiências gastronômicas tão expressivas quanto os festivos pratos da culinária da Paraíba.

Pratos como acarajé, baião de dois, sarapatel, jabá com jerimum, canjica, bolo de rolo e escondidinho de carne seca são algumas iguarias famosas da região.  

Roteiros gastronômicos do norte

Tapioca recheada
Tapioca recheada

A região norte do Brasil – composta pelos estados do Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia, Amapá, Tocantins e Pará – tem a culinária mais exótica e por característica alimentar a forte tradição indígena.

Assim os pratos são preparados tendo por base pescados e frutos da terra como mandioca, tapioca, folhas e legumes. Prepare-se para uma experiência arretada!

Roteiros gastronômicos do sudeste

Moqueca Capixaba
Moqueca Capixaba, prato tradicional do Espírito Santo

A região sudeste compreende os estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. 

Desses quatro estados, apenas Minas Gerais não tem a tradição de peixes e frutos do mar, mas em compensação seus sabores, oriundos das tradições portuguesas e afro-brasileiras, das fazendas e regiões rurais, chamam a atenção por seu preparo em panelas de ferro ou de barro, em consagrados fogões a lenha que são verdadeiros monumentos domésticos ao prazer de cozinhar. Comidin da roça, sô!

No Espírito Santo, a forte cultura pesqueira e tradições religiosas portuguesas e italianas trazem sabores famosos na gastronomia tradicional brasileira e, ao mesmo tempo, pratos das comunidades ribeirinhas e das fazendas, como pratos a base de aves, carnes de gado e de porco entre outras. É para comer e agradecer cada garfada!

No Rio de Janeiro e em São Paulo, por serem consideradas cidades cosmopolitas, trazem em seu roteiro gastronômico, comidas tradicionais sim, mas também pratos da cultura imigrante italiana, síria e libanesa, bem como pratos vindos do mundo inteiro.  

Leia também:  Quando visitar São Paulo

Desses sabores você pode conferir a gastronomia das ruas, dispostas nos foodtrucks e barraquinhas, como os cachorros-quentes, os podrões, os churrascos-mistos e, nos bares e restaurantes, pratos como rabada com agrião, feijoada completa, quibe, esfirra, pastel, carne com batata, carne assada, peixe-frito, camarão na brasa e um sem número de ristorantes e cantinas italianas, restaurantes orientais(chineses, japoneses, tailandeses e indianos), culinária árabe-sírio-libanesa, entre outros sabores internacionais. Uma volta ao mundo do sabor!

Roteiros gastronômicos do centro-oeste

sobá, prato tradicional do centro-oeste
Sobá, um dos pratos da gastronomia do Centro-oeste

A gastronomia da região centro-oeste é marcada pelo exotismo, graças às suas fronteiras com outros países sul-americanos e demais regiões do país. Recebem influência direta de paraguaios, gaúchos, mineiros e indígenas nativos da região.

Apesar de serem estados pouco populosos, as referências das diversas localidades fazem da culinária de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul expressões autênticas de sabores.

Delícias como o empadão goiano, as carnes de javali, de rã, de jacaré e peixes de água doce são interessantes e despertam a curiosidade tanto quanto seus pratos próprios como a pamonhada, peixe na telha, receitas à base de pequi, guariroba e baru ( frutas e castanha típicas da região).

Destaque especial para o javali à brasiliense, cordeiro assado na brasa, peixe recheado com farofa de couve, peixes assados em folhas de bananeira à moda indígena entre outras delicias que vale a pena conferir!

Roteiros gastronômicos do sul

Churrasco Gaúcho - Turismo Gastronômico no Brasil
Churrasco Gaúcho

A cultura gastronômica gaúcha compreende as tradições da região colonizada por portugueses, espanhóis, italianos e alemães que encontraram nas terras sul brasileiras, um clima parecido com o das regiões europeias e assim deram continuidade às suas tradições agrícolas, como plantio de uvas e produção de vinhos e a criação de diversos animais.

A cultura gaúcha é conhecida pelo churrasco de carnes de boi e de porco com tradições fortes no Rio Grande do Sul. Sempre é acompanhado do costumeiro chimarrão – uma infusão de erva-mate verde em água fervendo, que você deve sorver em uma cuia e usando um artefato chamado bomba, um canudo de aço, com um filtro para impedir a subida da erva-mate.

Além disso, outros pratos feitos a base de charque (carne salgada), o carneiro no buraco paranaense, o feijão tropeiro e o arroz carreteiro fazem disputas inigualáveis com os clássicos cozidos de carne italianos e suas massas fenomenais e o Eisben alemão, o joelho de porco preparado de um modo muito peculiar.

Entretanto, um dos pratos mais famosos é, sem dúvida, o barreado paranaense: um ou mais tipos de carne bovina de segunda, temperada com alho, cebola, toucinho de porco, pimenta-do-reino, louro e cominho e cozida até desmanchar numa panela de barro por 12 horas. A receita, trabalhosa, é o cardápio predileto de quem vai ao Paraná.

Leia também:  Gastronomia e onde comer em Gramado

Já em Santa Catarina, o forte são os frutos do mar, onde os pratos à base de peixes e crustáceos também têm como fortes concorrentes os tradicionais pratos da culinária imigrante alemã. Assim, marreco com repolho roxo, chucrute, eisbein, as salsichas alemãs e as cervejas artesanais fazem a festa de quem visita o estado. Mas, bah! Barbaridade, tchê!

Leia também: Novas definições de turismo no pós-pandemia

Feijoada - turismo gastronômico no Brasil
Feijoada – Gastronomia Brasileira

iFriend. Find a friend, enjoy the ride.

O que achou?

Média / 5. Votos:

Comentar

Comentar

Que tal?