HomeiFriend pelo MundoiFriend pelo Mundo: Boas práticas de guias locais (parte 3)
iFriend pelo Mundo

iFriend pelo Mundo: Boas práticas de guias locais (parte 3)

paris-guias-locais-europa
Acompanhe a série Boas práticas, feita por Mariana e Gabriel, do iFriend pelo Mundo. Neste episódio, o casal conta o que viu nas capitais europeias Paris, Amsterdam e Londres

Mais um pouco das nossas vivências e encontros com os guias iFriend ao redor do mundo, agora em alguns dos destinos turísticos mais procurados da Europa e do globo. As capitais de França, Holanda e Reino Unido reúnem milhões de turistas anualmente, o que se por um lado traz uma certa demanda de trabalho para os guias locais, por outro aumenta demais a concorrência, uma vez que o número desses profissionais é consideravelmente maior do que em outras cidades.

Em Paris, estivemos com a Lívia em setembro de 2022. Quando planejávamos nosso dia com ela, logo veio a dúvida do que faríamos, afinal, há tanto o que ver na Cidade Luz que as possibilidades seriam infinitas. Como ficaríamos um bom tempo na capital francesa e poderíamos ver as atrações sem pressa, logo chegamos à conclusão de visitar um bairro com características um pouco mais locais, mas que ainda assim tem muita história para ser contada. Trata-se de Montmartre. Pois Lívia nos levou até a região e nos mostrou o incrível bairro do Moulin Rouge, dos artistas e da Sacré-Couer. No fim das contas, a grande lição que ficou para nós desse dia e de como se dar bem como guia numa cidade como Paris é a versatilidade. É preciso saber navegar por todos os cantos.

Mariana, a guia Livia e Gabriel, em Paris

Em Amsterdam, conhecemos a Laiza, guia local da iFriend vivendo há quatro anos na cidade das bicicletas e dos canais. Por lá, ela nos levou para uma caminhada nos canais e contou algumas das histórias famosas sobre a formação da capital e da cultura dos holandeses. Deu para notar o quanto faz bem para Laiza ter contato com brasileiros para matar um pouco a saudade do seu país. E mais uma vez, o exemplo de quanto o guia pode gerar valor com os segredos da cidade. No dia seguinte, realizaríamos um passeio pelos canais, porém Laiza indicou uma outra atividade que combinava mais com o nosso perfil – e pela metade do preço.

Mariana e Gabriel posam com Laiza (à esquerda)

A capital britânica, Londres, foi nossa base por muitas semanas enquanto fazíamos expedições para muitos dos países europeus que visitamos ao longo do iFriend pelo Mundo. Durante esse tempo, a Mariana utilizou sua grande paixão e conhecimento pela cidade para ser a própria iFriend e é aí que vem o pulo do gato. Não é somente na sua própria cidade que você pode ser um guia iFriend. Se você vai viajar e pretende passar uma temporada em algum lugar que você possui um nível de conhecimento suficiente para apresentá-lo, por que não ser guia local por lá por um tempo? Em especial em épocas de maior demanda, como os meses de férias escolares e o verão.  Em Londres, é nos meses de julho e agosto que a alta temporada aquece a cidade e ser guia local por lá nesse período pode te garantir muitas libras extras e até a oportunidade de guiar celebridades. Foi assim com a Mari, que foi guia do cantor Daniel e sua família.

Mariana, o cantor Daniel, sua esposa e filhos

E, assim, fechamos a série com as boas práticas que vimos em 11 meses de experiências com os  iFriends pelo mundo.

Gostou da leitura? Te ajudou? Nos escreva que adoraremos saber o seu feedback!

iFriend. Find a Friend. Enjoy the ride.

Comentar

Comentar

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Que tal?