HomeDicas de ViagemPontos Turísticos de Jerusalém
Dicas de Viagem

Pontos Turísticos de Jerusalém

Santo Sepulcro
Surpreendente, milenar, Jerusalém é espetacular!

Os pontos turísticos de Jerusalém marcam o encontro com a ancestralidade e a religiosidade. 4000 anos de pura história, nas estradas por onde tantos personagens bíblicos passaram.

Você se sentirá um viajante da história em tantos pontos turísticos em Jerusalém.

  • Monte do Templo
  • Santo Sepulcro
  • Muro das lamentações
  • Monte das Oliveiras
  • Cúpula da Rocha
  • Basílica da Natividade
  • Torre de Davi

Veja também: Guia prático de Jerusalém

Monte do Templo

Har Ha-Bayit também chamado Nobre Santuário pelos muçulmanos, é um lugar sagrado para judeus, cristãos e muçulmanos, sendo um dos locais mais disputados do mundo. Na Esplanada das Mesquitas, na Cidade Velha, são encontradas a Mesquita de Al-Aqsa e o Domo da Rocha, construídos no século VII e que estão entre as mais antigas estruturas do mundo muçulmano.

Mesquita de Al-Aqsa

A maior mesquita de Jerusalém tem capacidade para receber cerca de cinco mil pessoas. Segundo uma passagem do Alcorão, na qual se descreve uma viagem noturna do profeta Muhammad (Maomé) desde Meca à “mesquita distante” (al-masjid al-aqsa). A viagem é conhecida como Isra e, apesar de não ter sido mencionada no Alcorão o nome de Jerusalém, as tradições islâmicas posteriores identificaram o local como o Monte do Templo em Jerusalém. Anualmente muitos muçulmanos fazem essa viagem histórica, cheia de significado.

Domo da Rocha

O santuário é parte integrante do centro histórico de Jerusalém, declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Um templo construído onde teria sido o altar de sacrifícios usado por Abraão, Jacó e outros profetas que introduziram o ritual nos cultos judaicos. David e Salomão também consideraram o local sagrado, mais tarde enquanto altar, a Cúpula da Rocha teria sido o lugar de partida da Al Miraaj.

Igreja do Santo Sepulcro

Basílica do Santo Sepulcro é um templo cristão onde segundo o evangelho de João (19:41-42) Jesus teria sido crucificado, sepultado e, ao terceiro dia, teria ressuscitado. O templo é administrado e repartido entre as igrejas Católica Romana, Católica Ortodoxa, Armena, Ortodoxa Copta, Ortodoxa Siríaca e a Igreja Ortodoxa Etíope, constitui um dos locais mais sagrados do mundo.

Muro das lamentações

Um dos lugares mais sagrados para o povo judeu é o Muro das Lamentações de Jerusalém. O Qotel HaMa’aravifoi erigido no único vestígio do antigo Templo de Herodes, erguido por Herodes, o Grande, no lugar do Templo de Jerusalém inicial. O que antes era apenas o muro de arrimo que servia de sustentação para uma das paredes do edifício principal, hoje é o principal ponto de visitação anual dos judeus. O Muro das Lamentações é um lugar para orar e depositar seus desejos por escrito há milênios. O último pedaço do Templo de Salomão pelos lados sul e leste. Além disso, o muro é o lugar mais próximo do sancta sanctorum ou lugar “sagrado entre os sagrados” (1 Reis 8:6-8).

Leia também:  Jerusalém: Viaje para a Terra Santa

Monte das Oliveiras

Para os judeus Har HaZeitim é um monte situado a leste da Cidade Antiga de Jerusalém, em Israel. O Monte das Oliveiras é sagrado para judeus, cristãos e muçulmanos entre outras religiões monoteístas. Jesus teria transmitido ali alguns de seus ensinamentos (o Sermão da Montanha, Atos 1:12). No Monte das Oliveiras está situado o Jardim do Getsêmani (local da angústia de Jesus, dias antes de ser julgado e crucificado). O cemitério mais antigo de Jerusalém bet kevarot (lugar dos sepulcros) com mais de 3000 anos e mais de 150mil sepulturas.

Tumba do Jardim

Um túmulo talhado na rocha onde se acredita que Jesus tenha sido sepultado antes da ressurreição. Tumba do Jardim é situada numa escarpa rochosa que, desde meados do século XIX, tem sido proposta por alguns estudiosos como sendoGólgota, o monte no qual Jesus teria sido crucificado. Desde 1894, a Tumba do Jardim e seus jardins circundantes são mantidos como um lugar de culto e reflexão cristã.

Torre de Davi

Migdal David para os judeus, uma antiga cidadela localizada próxima à entrada do Portão de Jafa, na Cidade Velha de Jerusalém. Essa fortificação é datada do século 2 dC e contém achados arqueológicos importantes datados de 2700 anos. Uma área popular para eventos, apresentações, concertos e performances de luz e som.

Veja também: Passeios em Jerusalém

Jardim do Getsemani
Jardim do Getsemani

Jerusalém, a Terra Santa, está esperando por sua visita!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride.

Comentar

Comentar

Que tal?