HomeDicas de ViagemO que fazer em Jerusalém
Dicas de Viagem

O que fazer em Jerusalém

Vista da Cidade Velha de Jerusalém
Uma verdadeira viagem ao passado

Jerusalém tem 800 mil habitantes. O dia nasce suave em Jerusalém: você pode sentir o silêncio celestial do Monte das Oliveiras. Por volta das 8 da manha, o trânsito assume o controle da cidade. Mas você ainda pode ouvir os chamados dos muezzins e os cânticos de judaicos do Muro Ocidental.

Do aeroporto internacional Ben-Gurion, as melhores opções para chegar em Jerusalém são o táxi ou vans chamadas Egged Bus (www.egged.co.il), que partem do segundo andar, na plataforma próxima aos portões 21 e 23.

Cidade Velha, dividida entre os bairros judeu, árabe, cristão e armênio, concentra a maior parte das atrações – quase todas religiosas. Você pode encontrar bons hotéis, restaurantes e bares por lá.  

A noite fria da cidade da Paz dá lugar aos tons pasteis suaves no céu azul e o sol doura o Domo da Rocha e as grandes muralhas da Cidade Velha. Os mercados estão lotados de passantes e turistas; orações e cânticos na Via Crucis e na Igreja do Santo Sepulcro pelos cristãos. Do lado de fora do Portão de Jafta, todos parecem se entender: árabes, judeus e cristãos se cumprimentam e se respeitam mutuamente.  

Dicas importantes ao viajar para Jerusalém

  • Antes de pensar em viajar para Jerusalém mantenha seu passaporte atualizado. Os passaportes novos são providos de um chip que tornará fácil todo o processo de check-in, evitando um desgaste desnecessário nas longas filas da alfândega.
  • Quando chegar ao aeroporto, dirija-se até ao terminal de autoatendimento numa máquina especial para a emissão do cartão/visto.
  • O único aeroporto internacional de Israel é o Ben Gurion, próximo a Tel Aviv / Jaffa – a segurança nesse aeroporto é reforçada e muito severa. Aconselhamos que você tenha paciência e responda todas as questões das autoridades caso seja selecionado para inspeção.
  • Procure respeitar as 3 horas de antecedência ao embarque, sugeridas em voos internacionais.  Leve o mínimo necessário na bagagem de mão e tenha paciência para esperar tudo ser minuciosamente revistado.
  • No geral, Israel é um país bastante aberto e muito próximo à cultura europeia em comportamento e modo de se vestir não há muitas restrições, mas considere trajes mais reservados quando se dirigir a Jerusalém e outras cidades religiosas. Ombros e pernas cobertos. Saias e calças largas para mulheres – o uso do lenço na cabeça é opcional, mas de bom tom. Os homens devem usar calças e manter os ombros cobertos. Em alguns lugares é obrigatório o uso do Qipá (aquele adereço que os homens judeus utilizam)
  • Atenção aos shabats e feriados – Israel tem uma cultura muito diferente da nossa e lá os shabats: sábados, domingos e feriados são considerados dias de descanso e inatividade.
  • Aos sábados, o transporte público e os taxis não operam com normalidade. O Shabat é tradicional e quase ninguém trabalha, o mesmo ocorre para os feriados religiosos.
  • Fique atento e confira os feriados mais importantes no site Super Coloring.
Leia também:  Praias de Tibau do Sul

Veja também: Gastronomia e o que comer em Jerusalém

Domo da Rocha Jerusalém
Domo da Rocha Jerusalém

Veja também: O guia prático de Jerusalém

Jerusalém, a Terra Santa, está esperando por sua visita!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride.

Comentar

Comentar

Que tal?