HomeGuia de viagem Tóquio

Guia de viagem Tóquio

Senso-Ji - Templo em Tóquio
Você vai adorar conhecer Tóquio neste guia completo!
5
(1)

Tóquio é a capital do Japão e também o centro político, econômico, educacional e cultural do país.

Considerada a maior cidade do mundo, com mais de 37 milhões de habitantes (mais do que a população de muitos países) em sua região metropolitana, Tóquio seguirá no topo da lista até 2028, sendo a metrópole mais populosa, de acordo com previsões feitas pelas Organizações das Nações Unidas.

O Japão, entretanto, possui uma peculiaridade. O país não é dividido por cidades e sim por prefeituras. Aliás, estas são um pouco maiores que as outras cidades do mundo. Mesmo assim, Tóquio é a maior metrópole do planeta. E além disso, a cidade tem a mais alta torre de TV do mundo, a Tokyo Skytree. 

A capital japonesa, que recebe milhões de turistas o ano todo (maioria asiáticos e norte-americanos) oferece uma imersão em valores diferentes e proporciona um choque cultural nas mais diversas esferas. Uma de suas características marcantes é a organização, que destoa de muitas outras cidades asiáticas. 

Moderna e repleta de letreiros com propagandas, a grande Tóquio possui vários pontos turísticos, como templos budistas, parques e jardins. Além disso, nela se encontra o cruzamento mais movimentado do mundo, o Shibuya Crossing. Entre tantas coisas que são as maiores da Terra, a capital vai ser palco de um evento importante: Tóquio irá sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos em 2021.

Vocação turística de Tóquio

Imensa, pulsante, com inúmeros arranha-céus, ruas limpíssimas e milhares de pessoas circulando de um lado para outro. Assim é Tóquio, uma cidade completa e com opções ilimitadas. O destino tem excelentes atrações turísticas, ótima gastronomia e é uma boa oportunidade para compras.

O Japão não é um destino barato e sua capital foi eleita uma das cidades com maior custo de vida do planeta – Tóquio apresenta o maior produto interno bruto do mundo, sendo, portanto, o centro financeiro do Japão, assim como de toda a Ásia. No entanto, apesar dos gastos, uma viagem como esta, onde tudo é tão diferente do Brasil, proporciona uma experiência sem igual para o turista. 

A moeda do Japão é o iene, representado pelo símbolo ¥. Dólares americanos não são aceitos como pagamentos, mas uma boa ideia é levar dólares ou euros para trocar em solo japonês. Em Tóquio, você pode fazer o câmbio de moedas em grandes estações de trem ou grandes agências dos Correios locais. Tenha sempre ienes em mãos para realizar suas compras, pois, apesar de toda a tecnologia, não são todos os estabelecimentos que aceitam cartão de crédito como pagamento. 

Uma dica para quem vai embarcar nesta viagem é ter internet no celular full time. Como a cidade é grande e existem muitas linhas de trem, um smartphone em mãos e aplicativos voltados para viagem podem ajudar bastante no deslocamento pela capital. Além disso, o Google Tradutor também pode ser muito útil. Os japoneses são altamente receptivos e prestativos, porém poucos falam bem o inglês.

Veja também: Por que visitar Tóquio?

O que fazer em Tóquio?

Tokyo Tower Japão
Tokyo Tower Japão

Tóquio é a metrópole mais populosa do mundo

A maior megalópole do planeta, onde não há mais tanto espaço para crescer horizontalmente, shoppings e edifícios imensos são marca registrada. Até as lojas de departamento são verticais, com vários andares, sendo alguns destinados à alimentação.

Os turistas, aliás, adoram fazer compras nelas. Estar ali nas suas ruas já é um baita programa: caos, neons e um povo educado, de gentilezas e sorrisos simples que mudam o dia a dia.

Mas logicamente, Tóquio oferece atrações turísticas impagáveis, como templos budistas, santuários famosos como Meiji e Senso-ji, parques e jardins, como Ueno e Yoyogi. 

Primeiro dia

Mercado de Tsukiji, Tóquio Japão
Mercado de Tsukiji, Tóquio Japão

No seu primeiro dia, você inicia conhecendo o Mercado de Tsukiji. Chegue cedo para assistir ao famoso leilão de atuns e também para conhecer as lojinhas que fecham por volta de meio-dia. O mercado de peixes tem vários box com lojinhas que vendem porcelana, temperos, frutos do mar e itens para cozinha. O local fica no distrito de Chuo, acima da estação Tsukijishijo, na linha de metrô Oedo.

Depois é hora de seguir para Akihabara, distrito pertencente ao bairro de Chiyoda, conhecido mundialmente como bairro dos eletrônicos. São muitos letreiros e lojas de tecnologia e eletrodomésticos. Nas ruas do bairro, você poderá ver ícones do anime e mangá e os cosplayers que desfilam nas calçadas e panfletam para as lojas. 

Para encerrar o dia, selecione seu jantar na estação do metrô. As estações de metrô do Japão são verdadeiros shoppings, com muitas opções de lojas e mercados. Tudo bem organizado e limpo.

Segundo dia

Jardins de Hamarikyu Tóquio, Japao
Jardins de Hamarikyu Tóquio, Japao

Inicie o dia visitando um autêntico jardim japonês. O Hamarikyu Gardens fica dentro da cidade, não distante da Tokyo Station, na margem da Baía de Tóquio. O jardim tem lagos de água salgada que mudam de nível com o vai e vem das marés e uma tradicional casa de chás em uma das ilhas. 

Depois é hora de passear no Templo Asakusa, também conhecido como Tempo Senso-Ji. A tradicional arquitetura japonesa do templo é instagramável. A entrada é gratuita. Ainda na chegada, você percebe um portal enorme, o portão Kaminarimon, com duas estátuas de guardiões. Lá dentro, há ainda um Pagode de cinco andares, um jardim, um enorme queimador de incenso e lojinhas na rua Nakamise-dori. 

Feche seu segundo dia vendo a cidade de cima. Há dois lugares muito especiais para ver a capital japonesa do alto: a Tokyo Tower e a Tokyo Skytree. 

Terceiro dia

Shibuya, Tóquio, Japão
Shibuya, Tóquio, Japão

Neste dia, pegue metrô e trem e vá para Enoshima, uma ilha a cerca de 1 hora de Tóquio. Da ilha, você irá avistar pela primeira vez o Monte Fuji, só que de longe. A ilha é famosa por ter as melhores praias próximas à capital japonesa, além de muitas lojas de artesanato, casas de chás, restaurantes e o Templo de Enoshima. 

Aproveite bem o passeio na ilha, almoce por lá, observe a harmonia de suas construções com a natureza e depois tome o trem rumo à cidade de Kamakura. 

Kamakura é uma tranquila cidade costeira com templos, santuários e mosteiros. Destaque para o Templo Hase-dera, o Santuário Hachiman-gu, o Templo Myohon-ji e o Templo Zuisen-ji. Uma das grandes atrações locais é o Grande Buda, uma imagem de 13,50 metros de altura e um dos legados deixados da época em que a cidade era capital do país.

De volta à Tóquio, você pode conhecer o Shibuya, bairro com o cruzamento mais movimentado do mundo. Você vai se sentir na Times Square, com letreiros, neons, estrangeiros, shoppings, restaurantes e muito mais.  

Quarto dia

Monte Fuji - Tóquio - Japão
Monte Fuji – Tóquio – Japão

No último dia na cidade, pegue um trem para visitar a Região dos Cinco Lagos e o Monte Fuji, pico mais alto do Japão.

Dos cinco lagos, o que possui maior estrutura no entorno é o Lago Kawaguchi, com muitos restaurantes e lojas. Ele faz parte do Parque Nacional Fuji-Hakone-Izu. Pegue um táxi até a estação do teleférico e lá de cima de um teleférico supermoderno terá uma vista privilegiada para o Monte Fuji.

De volta à Tóquio, você pode visitar o bairro de Harajuku, conhecido como point dos jovens e da moda, e também onde está localizado o Santuário Meiji. Uma outra atração do bairro é o Takeshita-dori, um beco estreito e comprido. Aproveite para comprar roupas japonesas e escolha um bom restaurante para encerrar bem sua viagem. 

Veja também: o que fazer em Tóquio

Destaques

O mais sagrado e popular de TóquioReferência mundial em gastronomiaRecordes no país
O Templo Asakusa, ou Senso-ji, é o principal de Tóquio. É lá que acontecem as grandes celebrações religiosas da cidade e onde uma centena de japoneses vão todos os dias, além de uma multidão de turistas. O Asakusa é um passeio para quem quer ver de perto o budismo japonês em um dos templos mais interessantes do país. Tóquio já recebeu o título de cidade com maior número de restaurantes do guia Michelin, o que significa que a cidade realmente investe em gastronomia. E na capital você encontrará todas as melhores opções da cozinha japonesa, além de pratos com uma bela apresentação, afinal no Japão a aparência é tão importante quanto o gosto. A Tokyo Skytree é a estrutura mais alta do Japão, com 634 metros de altura, e segunda estrutura mais alta do mundo, ficando atrás somente do Burj Khalifa em Dubai, com 828 metros. A Tokyo Tower é a segunda estrutura mais alta do país, com 333 metros. 

Quando visitar Tóquio?

Sakura - cerejeiras em flor
Sakura – cerejeiras em flor

Sempre é tempo de visitar Tóquio

Tóquio pode ser visitada durante todo o ano. A cidade tem estações bem definidas, o que significa que cada uma delas proporciona uma experiência diferente. No inverno, faz frio de verdade; no verão, faz calor; no outono, o charme das árvores com folhagem colorida encanta a todos. Como está no hemisfério norte, quando é verão no Brasil, é inverno no Japão.  

Na primavera, que vai de março a junho. é a época da floração das cerejeiras, a cidade fica florida – é a época mais esperada pelos japoneses e pelos visitantes que lotam a cidade nas festividades da Sakura – o desabrochar das cerejeiras, que vale piqueniques familiares, muitas apresentações artísticas e até pedidos de casamento!

Períodos de férias escolares, como dezembro a janeiro e julho a início de agosto, além do início da primavera, finzinho de março a começo de abril (marcado pela floração das cerejeiras – período muito aguardado pelos locais) compreendem a alta temporada de Tóquio.

Alta Temporada

  • Prós – A capital fica mais animada, com bastante fluxo de turistas. Se for na primavera, o visitante verá a cidade mais bonita. Já no verão, há várias festividades na região, quase sempre com barraquinhas de comida.  
  • Contras – Os valores cobrados nas lojas e mercados podem ficar mais altos. É necessário reservar a hospedagem com antecedência para não pesar tanto no bolso. Os pontos turísticos estarão bem cheios. 

Baixa Temporada

  • Prós – A cidade fica menos cheia (Tóquio está sempre cheia), sendo mais tranquilo para visitar os pontos turísticos, e os preços praticados são mais em conta.  
  • Contras – Se estiver no inverno, o frio pode ser um incômodo.   

Veja também: Quando visitar Tóquio 

Gastronomia e o que comer em Tóquio?

Gastronomia Japonesa

Os sabores da autêntica cozinha japonesa

Muito popular no Brasil, a gastronomia japonesa está cada vez mais presente em mais países e ganha novos adeptos a cada dia.

Na grande Tóquio, você encontrará todas as melhores opções da cozinha japonesa, do sushi feito à mão ao saquê caseiro. E não se surpreenda com a bela apresentação dos pratos: no Japão a aparência é tão importante quanto o gosto.

Entre os pratos mais importantes dessa cozinha estão: sushi, sashimi, ramen, gyoza, yakitori e tempura.  E para quem não gosta de comida japonesa, há muitas outras opções.

Tóquio já recebeu o título de cidade com maior número de restaurantes do guia Michelin, o que significa que a cidade realmente investe em gastronomia. Sendo assim, não será difícil encontrar restaurantes de outras nacionalidades na capital.   

Restaurantes em Tóquio

  • Steak House Hama Ginza – 7-6-12 5th Polestar Bldg. 7F, Ginza, Chuo, Tokyo  104-0061 
  • Nadaman – 1-8-3 Marunouchi Chiyoda-ku, Tokyo 
  • Ichiran – S.K Nakano building B1F 5-65-5, Nakano 
  • Genki Sushi – 24-8 Udagawacho, Shibuya, Tokyo 150-0042 
  • Rooftop Bar Andaz – 1 Chome-23-4 Toranomon, Tokyo 105-0001 

Veja também: Onde comer em Tóquio

Pontos Turísticos de Tóquio 

Tokyo Skytree, Japão
Tokyo Skytree, Japão

Experiências modernas e históricas na tradicional Tóquio 

Moderna e tradicional, vibrante e caótica, com uma multidão de gente. Adjetivos não faltam para definir a capital Tóquio. O turista irá conhecer templos históricos, ruas movimentadas, torres famosas, arranha-céus com luzes de neon, belos parques e jardins e muito mais.

  • Mercado de Tsukiji – Considerado o maior mercado grossista de peixe do mundo, o Mercado de Tsukiji fica no centro de Tóquio e conta com duas grandes áreas completamente distintas. Uma área interna, coberta, originalmente apenas dedicada aos negócios atacadistas (incluindo o leilão de atuns) mas onde as pessoas podem também fazer compras. E uma área exterior, composta por ruelas cheias de restaurantes especializados em sushi e frutos do mar; casas de chá; lojas com equipamento de cozinha; e outros pequenos negócios tendo a gastronomia e o mar como denominadores comuns.
  • Akihabara – Akihabara, ou simplesmente Akiba, é um distrito que pertence ao imenso bairro de Chiyoda. O bairro é famoso em todo o mundo por ser a meca dos produtos eletrônicos e novidades tecnológicas em Tóquio. O distrito também se tornou um polo para os amantes de jogos, animes e mangás, pois tem muitas lojas que vendem artigos ligados aos animes (desenhos japoneses) e seus personagens. Conhecido hoje como Eletric Town, Akihabara merece ser visitado mesmo que você não tenha intenção de fazer compras na região.  
  • Hamarikyu Gardens – O Hamarikyu Gardens é um jardim que fica na margem da Baía de Tóquio e tem lagos de água salgada, que mudam de nível com o vai e vem das marés e uma tradicional casa de chás em uma das ilhas. O local é imenso, cheio de caminhos e lugares para descansar e apreciar o contraste do tradicional jardim japonês com os modernos edifícios de Tóquio ao redor. 
  • Templo Asakusa – O Templo Asakusa, ou Senso-ji, é o principal de Tóquio. É lá que acontecem as grandes celebrações religiosas da cidade e onde uma centena de japoneses vão todos os dias, além de uma multidão de turistas. O Asakusa é um passeio para quem quer ver de perto o budismo japonês em um dos templos mais interessantes do país.  O templo é interessante desde sua porta de entrada, o Kaminarimon, que tem uma das maiores e mais bonitas lanternas do Japão e é guardada por duas estátuas de madeira.
  • Tokyo Tower – A Tokyo Tower é fruto da modernização do Japão no pós-guerra. A torre foi inaugurada em 1958 para abrigar as antenas retransmissoras das emissoras de rádio e TV da NHK. Com 333 metros de altura, é a segunda estrutura mais alta do Japão, ficando atrás apenas da Tokyo Skytree. 
  • Tokyo Skytree – A Tokyo Skytree possui 634 metros de altura, sendo a segunda estrutura mais alta do mundo, ficando atrás somente do Burj Khalifa em Dubai, com 828 metros.
  • Shibuya – Shibuya é um dos bairros mais movimentados de Tóquio e é lá que fica um dos cruzamentos mais famosos do mundo. Quando oito semáforos se fecham ao mesmo tempo e o caos organizado se instaura, as cinco faixas de pedestres viram uma passarela. O bairro é enorme e cheio de coisas bacanas para fazer quando a gente se enfia nas ruazinhas no entorno do famoso cruzamento, conhecido como Shibuya Crossing.
  • Harajuku – Harajuku é o grande reduto da cultura pop japonesa em Tóquio. É lá que você vai achar a galera fazendo os melhores cosplays do planeta de um lado e os ultra fashionistas do outro. E no meio disso um mundo de animes, músicas, cores, luzes pulsantes e comidas pensadas meticulosamente para ficarem lindas nas fotos. Aliás, tudo em Harajuku rende belos cliques.
  • Santuário Meiji – O santuário é um templo xintoísta que fica em Harajuku e é dedicado ao Imperador Meiji e sua esposa, a imperatriz Shoken. O imperador é conhecido por ter quebrado o isolamento do Japão com o mundo no século 19 e dado os primeiros passos no desenvolvimento do país. O templo é um oásis de paz no meio do caos da capital japonesa. Os ares do local transportam o turista para um Japão antigo. 

Veja também: Pontos turísticos de Tóquio

Akihabara-toquio-
Akihabara-toquio-

iFriend: Guia de viagem em Tóquio

Escolher um guia de viagem em Tóquio para acompanhá-lo em alguns passeios e roteiros pode ser a melhor opção para você aproveitar ao máximo a cidade.

SarahVai te levar para conhecer as principais experiências em Tóquio

Renan –  Você vai conhecer a vida noturna de Tóquio com tudo que há de melhor na cidade!

Monte Fuji - Tóquio - Japão
Monte Fuji – Tóquio – Japão

Tóquio, a metrópole mais populosa do mundo, espera sua visita!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride. 

O que achou?

Média 5 / 5. Votos: 1

Que tal?