HomeGuia de viagem San Andrés

Guia de viagem San Andrés

Vista da Ilha de San Andrés
Você vai adorar conhecer San Andrés neste guia completo!
0
(0)

San Andrés é uma ilha no mar do Caribe, pertencente à Colômbia, apesar de estar bem próxima da Nicarágua e da Costa Rica.

A ilha faz parte de um arquipélago que abrange também as ilhas de Providencia e Santa Catalina.  Essa região do Caribe colombiano é conhecida como mar das sete cores, e essa fama é uma das razões pela qual o lugar recebe tantos turistas. 

Além das belezas naturais, os preços justos, os ritmos animados, a gastronomia regada a frutos do mar e as lojas de produtos importados livres de impostos estão na lista de motivos que fazem os visitantes chegar a San Andrés. Oscilando entre calmaria e um pouco de agito, a ilha tem atrações para todos os públicos.

Vocação turística de San Andrés

San Andrés tem um mar estonteante, com variações de tons de verde e azul. Não faltam praias para nadar e passeios para fazer enquanto se admira a beleza de suas águas. A praia mais popular é a Peatonal ou Spratt Bight, que fica no centro e tem poucas ondas.   

Junto com suas qualidades, a ilha tem lá seus defeitos. A hospedagem é fraca – em San Andrés os hotéis não estão à altura de suas paisagens naturais. Não espere os resorts de Cancún ou pousadas charmosas como as do Nordeste. Nas ilhotas, não há limite de visitantes, mas se está acostumado com passeios em grupo, não vai sentir muita diferença. Sem contar que a beleza do local irá superar os perrengues. 

Um fator positivo para quem viaja a San Andrés é a falta de burocracia para chegar até lá: como pertence à Colômbia, não é exigido o visto para que brasileiros coloquem os pés nesse paraíso. Porém, para visitar a ilha é preciso comprar uma tarjeta de turismo. Esse documento é obrigatório para todo mundo que visita San Andrés, até mesmo para colombianos.   

É preciso desembarcar na ilha com a tarjeta já comprada. A tarjeta é vendida pelas companhias aéreas e pode ser paga em pesos ou dólares. O turista pode comprá-la no momento do check in ou no portão de embarque do seu voo para San Andrés partindo de Bogotá, Cartagena ou Panamá. Dica Importante: Guarde sua tarjeta de turismo, pois ao sair da ilha você terá que apresentá-la novamente. Caso tenha perdido, terá que pagar por outra. 

A moeda oficial de San Andrés é a mesma do resto da Colômbia, o peso colombiano, mas o dólar também é amplamente aceito por lá. No entanto, com o alto valor do dólar, está sendo mais vantajoso levar reais e trocar diretamente por pesos colombianos nas casas de câmbio de lá (não é vantagem fazer essa troca no Brasil). 

Veja também: por que visitar San Andrés?

O que fazer em San Andrés?

Você vai se surpreender com as paisagens de San Andreas

Existem diversos passeios incríveis para fazer em San Andrés e que agradam a todas as idades. Desde praias até mergulho para ver recifes de corais, o destino proporciona viver dias inesquecíveis. Cada cantinho da ilha tem uma beleza particular e a infraestrutura de restaurantes, bares, lojas e nas praias completam a experiência nesse paraíso. 

Primeiro dia

Aproveite seu primeiro dia em San Andrés para relaxar nos mares do Caribe. A praia Rocky Cay é a mais afastada do centro da ilha, mas é uma das mais tranquilas, com muita infraestrutura. Esse vai ser um passeio de um dia, então aproveite para descansar bem na praia. 

Outra sugestão de passeio ainda é fazer o Caiaque de fundo transparente (EcoFiwi), que fica junto à região dos Manglares (mangue) no leste da ilha, perto de Rocky Cay. 

Finalize o primeiro dia em um dos melhores restaurantes de San Andrés. O La Regatta é o mais famoso de todos, servindo frutos do mar e comida caribenha, além de algumas opções internacionais. Sua localização é especial: em cima do mar e com uma vista imbatível. Vale reservar mesa antes para não pegar fila. 

Segundo dia

Um passeio imperdível pra fazer em San Andrés é visitar as ilhotas que ficam ali pertinho (que eles chamam de cayos), com areia branca e mar verdinho, e também os pontos onde você pode fazer snorkel pra ver muitos peixes. O passeio mais procurado é Johnny Cay e Acuário, e você pode reservar seu segundo dia para ele. 

O passeio inicia em Johnny Cay, uma ilhota minúscula e paradisíaca. A área pra banho é restrita, mas a água é transparente e dá pra ver alguns peixinhos. Depois do almoço, o barco parte para o Acuário, onde é possível ver muitos peixes fazendo snorkeling. Além disso, ali perto tem um ponto onde dá pra ver raias-manta. 

À noite, curta um pouco a vida noturna de San Andrés. A balada mais famosa da ilha é, sem dúvidas, a Coco Loco, mas existe também a Extasy, que fica no último andar do Hotel Sol Caribe. 

Terceiro dia

Comece seu terceiro dia conhecendo a praia mais famosa da ilha, a Spratt Bight. Ela fica bem ao centro da ilha e por isso, tem fácil acesso, além de ser um bom passeio com lojas e restaurantes por perto, banhos de sol e kitesurf. Se estiver com crianças, ou ainda, se tiver curiosidade, vá conhecer La Cueva de Morgan, uma caverna onde você conhecerá as lendas e histórias da ilha de San Andrés. 

Para fechar o roteiro, curta um dos bares da região. Há muitas opções, mas vale conhecer o Banzai, que é uma lanchonete mais agitada, ou o Big Mama, um bar pé na areia que toca reggae.

Veja também: o que fazer em San Andrés

Destaques

A queridinha Spratt BightMito ou verdade?Um tanto quanto inusitado
Spratt Bight é a praia mais popular, em pleno centrinho de San Andrés. Lá você encontra areia branquíssima, mar transparente e calmo, barracas de praia para alugar, cervejas e drinks para vender. É na Spratt Bight que a prática de kitesurf é mais comum.Diz a lenda que Henry Morgan foi um pirata da região que guardava na Caverna de Morgan seus tesouros. A história completa você vai conferir com os guias locais que farão uma imersão para lá de interessante e inusitada na caverna. O tesouro é protegido até hoje por um monumento gigante com o desenho de caranguejo chamado King Crab. O EcoFiwi Turismo Ecológico é um passeio com um caiaque transparente, onde você vai remando e apreciando os manguezais, a fauna e flora local e vendo tudo passando de baixo de você, como se estivesse flutuando na água.

Quando visitar San Andrés?

A ilha apresenta altas temperaturas durante todo o ano

San Andrés apresenta altas temperaturas durante todo o ano. Seja no inverno ou no verão, prepare-se para sentir um calor de pelo menos 27ºC, que é a média de temperatura anual da ilha. 

A melhor época para ir a San Andrés é entre janeiro e maio, quando chove pouco. A época a evitar é entre setembro e novembro, quando chove demais e o local pode sofrer com a passagem de tempestades tropicais. A ilha está fora da rota de furações, mas pode ser afetada indiretamente por furacões no Caribe, sofrendo com ventos e chuvas, mais comuns entre agosto e outubro.   

Os períodos de alta temporada – consequentemente, de preços mais altos – vão de dezembro ao final de janeiro, de julho a meados de agosto, além da Semana Santa. Meses em que não ocorrem férias, como maio, junho, setembro e outubro, são bons para encontrar oferta de hotéis e negociar valores de passeios.   

Alta Temporada

  • Prós – A possibilidade de chuvas é bem menor, ideal para o visitante poder conhecer as praias. A cidade fica mais animada e com mais opções de programas para fazer. 
  • Contras – Os valores cobrados na ilha ficam acima do normal. O destino fica lotado, então se você não curte muvuca, o ideal é não visitar San Andrés durante a alta temporada. 

Baixa Temporada

  • Prós – A ilha fica menos cheia e os preços praticados são mais em conta. Fica mais fácil visitar os pontos turísticos, além de ir às praias e fazer os passeios de barco com mais tranquilidade, sem precisar dividir espaço com muitas pessoas.  
  • Contras – As chuvas e ventos podem atrapalhar o planejamento dos turistas durante a baixa temporada. 

Veja também: Quando visitar San Andrés

Gastronomia e o que comer em San Andrés?

Um cardápio repleto de peixes e frutos do mar na ilha caribenha

San Andrés é um destino onde se come bem e barato. Dos restaurantes mais simples aos mais refinados, espere encontrar preços mais convidativos do que os praticados no Brasil e se dar ao luxo de curtir pequenos prazeres gastronômicos sem se assustar ao receber a conta.   

Rodeada pelo mar, o atrativo principal da culinária da ilha não poderia ser outro senão peixes e frutos do mar. Lagostas, camarões, langostinos, caracóis e peixes estão entre os pratos que figuram em praticamente todos os menus de San Andrés.

O prato típico da região, chamado de rondón, é como uma sopa com peixe ou caracol que leva ainda mandioca, batata e banana. A sopa de caranguejo, o arroz de coco e o patacón, uma espécie de bolinho frito feito com batata ou banana amassada, são figurinhas marcadas nos cardápios. Para beber, experimente a limonada de coco, muito popular na Colômbia.

Restaurantes em San Andrés

  • Capitán Mandy – Av. Providencia 446 
  • Rosa del Mar – Av. Colombia Peatonal, Local 1 Edificio Kristal Plaza
  • La Regatta – Av. Newball, ao lado do Clube Náutico 
  • Miss Celia – Av. Newball, em frente ao Clube Náutico 
  • Trattoria Mr. Panino – Av. Colón, edifício Bread Fruit 

Veja também: Onde comer em San Andrés 

Pontos Turísticos de San Andrés

La cueva de Morgan
La cueva de Morgan

As incríveis atrações do mar das sete cores

Podemos dizer que os pontos turísticos de San Andrés são os mergulhos, os passeios, as ilhotas, enfim, as belezas naturais que a ilha oferece. Estar lá, em meio a um cenário incrível, já é uma atração e tanto. Porém, San Andrés, que tem um dos mais belos mares do Caribe, também conta com atrações como a La Cueva de Morgan (A Caverna de Morgan) e o Ecoparque West View, que valem a visita.

  • Praia de Spratt Bight – Spratt Bight, ou praia da Peatonal, é a praia mais popular, em pleno centrinho de San Andrés. Lá você encontra areia branquíssima, mar transparente e calmo, barracas de praia para alugar, cervejas e drinks para vender. É na Spratt Bight que a prática de kitesurf é mais comum. E também tem o jetboat, uma atração com ainda mais emoção. 
  • Praias de San Luis – As praias de San Luis — Cocoplum, Sound Bay – também têm mar clarinho e calmo. O trecho conhecido como Cocoplum faz parte do circuito turístico da ilha graças à ilhota de Rocky Cay, aonde se pode chegar a pé na maré baixa. Um navio encalhado também faz parte da paisagem. Outra atração da praia é o bar Aqua, que é o mais charmoso beach club da ilha. 
  • Johnny Cay – A Jonhny Cay é uma ilha completa com vários restaurantes e a praia com vários tons de cores e areia branquinha. Também é possível se deparar com alguns animaizinhos, como iguanas, tartarugas, lagartixas azuis e muitas espécies de aves. 
  • Acuário – Distante 15 minutos de Spratt Bight, o Acuário é um banco de areia onde há duas barreiras de corais paralelas que formam um corredor perfeito para mergulhar de snorkel. A água é rasinha como numa piscina natural do Nordeste. O mar é absurdamente transparente, por isso fica fácil de observar os peixes. Além de fazer snorkel na área livre, é possível comprar um mergulho com arraias-jamanta (raias-manta), que a partir do meio da tarde passam em banco por um local próximo dali. Você pode fazer um passeio exclusivo ao Acuário ou um passeio combinado Johnny Cay + Acuário. 
  • La Cueva de Morgan – Diz a lenda que Henry Morgan foi um pirata dessa região que guardava na Caverna de Morgan seus tesouros. A história completa você vai conferir com os guias locais que farão uma imersão para lá de interessante e inusitada. O tesouro é protegido até hoje por um monumento gigante com o desenho de caranguejo chamado King Crab. Você também conhecerá a história da ilha de San Andrés, passeando entre as arquiteturas das casas-museus. Cada uma delas tem uma tradição, um tema, uma cultura, uma história, uma dança e artesanatos diferentes que os guias de cada uma delas irão contar.
  • Volta na ilha – A volta na ilha é um passeio que todo turista deve fazer. Para isso, as opções mais populares são alugar uma moto, um carrinho de golfe ou uma mula. O ponto de partida geralmente é perto da praia do centro de San Andrés, a Spratt Bright, e os principais pontos a serem visitados são West View, La Piscinita, Hoyo Soplador, Cocoplum e Rocky Cay. Outros pontos que também é possível visitar são o letreiro I love San Andrés, La Cueva de Morgan e as praias de San Luis. 
  • West View – O West View é um pequeno parque ecológico localizado no lado mais tranquilo de San Andrés. O local tem um trampolim que alcança até 10 metros de altura, dependendo da maré, e um tobogã muito divertido que desemboca em uma piscina natural lotada de peixes e belos corais. O lugar também é perfeito para fazer snorkel. 
  • EcoFiwi Turismo Ecológico – O EcoFiwi Turismo Ecológico é um passeio com um caiaque transparente, onde você vai remando e apreciando os manguezais, a fauna e flora local e vendo tudo passando de baixo de você, como se estivesse flutuando na água. Os guias param em alguns pontos para explicar um pouco da fauna e flora, mostrando alguns animais inusitados nas paradinhas pelos mangues. É possível visualizar medusas invertidas, uvas do mar, ostras e até águas-vivas.  Esse passeio sai diariamente da região de Mango Tree. Basta reservar com antecedência por alguma agência ou no próprio hotel.

Veja também: Pontos turísticos em San Andrés

Spratt Bight - praia em San Andrés
Spratt Bight – praia em San Andrés

iFriend: Guia de viagem em San Andrés

Escolher um guia de viagem em San Andrés para acompanhá-lo em alguns passeios e roteiros pode ser a melhor opção para você aproveitar ao máximo a cidade.

Praia de San Andres
Praia de San Andres

San Andrés, o barato do Caribe, espera sua visita!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride!

O que achou?

Média 0 / 5. Votos: 0

Que tal?