HomeGuia de viagem Lisboa

Guia de viagem Lisboa

Torre de Belém
Você vai adorar conhecer Lisboa neste guia completo!
0
(0)

Se você pensou em conhecer Lisboa, a capital de Portugal,  certamente já ouviu falar – e vai ficar encantado- com as calçadas de mosaicos em pedras, os azulejos coloridos nas paredes, os mirantes com belas vistas e a maravilhosa gastronomia de Lisboa. Lisboa é uma das cidades que mais atrai turistas brasileiros e os motivos são muitos: conhecer as origens, a facilidade na comunicação e os preços que a cidade oferece, sobretudo em relação às outras capitais europeias. Aliás, Portugal, pelo segundo ano consecutivo, foi eleito o “Melhor Destino do Mundo”, conquistando 16 prêmios no World Travel Awards no final de 2018. 

Vocação turística de Lisboa

Portugal possui uma cultura muito rica, repleta de tradições e costumes únicos. Sendo assim, a região atrai muitos turistas, que vão até o país europeu para conhecer as belas praias e lugares que carregam a história do mundo. A cidade tem hoje novos museus, edifícios assinados por grandes arquitetos de fama mundial, um número cada vez maior de restaurantes estrelados pelo Guia Michelin, pontos de interesse turístico carregados de história, lojas incríveis, hotéis design, feiras de arte. Imperdível!

Veja também: Por que visitar Lisboa?

O que fazer em Lisboa?

Um lugar repleto de atrações incríveis

O que não vai faltar são opções de entretenimento, passeios e visitas na capital portuguesa. Lisboa é uma das cidades europeias mais badaladas e sem dúvida, tem um sabor especial. O idioma, a gastronomia e o calor com que os portugueses recebem os turistas é indescritível! Prepare o sapato ou tênis, o filtro solar e o roteiro na mão! Se encante com as maravilhas de Lisboa.

Primeiro dia

No seu primeiro dia, explore o centro de Lisboa. Comece no alto da cidade, descendo em direção a parte baixa do centro. Inicie pelo Panteão Nacional, um belo e imponente memorial. Sua próxima parada pode ser na igreja de São Vicente de Fora, o Santo Padroeiro da cidade. Depois siga para o Castelo de São Jorge, o antigo castelo real de Portugal. O Castelo oferece a melhor vista de Lisboa e diversas atrações para ver e fazer.

Dali, desça as ladeiras do castelo pelas ruazinhas de Alfama, um cenário super instagramável, até chegar na Catedral da Sé. Bem próximo à Sé está o Restaurante Cruzes Credo, uma boa opção para o almoço ou para descansar enquanto toma uma cerveja.

A partir dali siga para a Praça do Comércio. Uma das mais charmosas da cidade, a praça marca a entrada do Palácio Real. Depois é hora de conhecer o Timeout Market (Mercado da Ribeira), um espaço delicioso da cidade com mais de 30 possibilidades para quem busca comida de qualidade. Aproveite para provar os sorvetes da Santini e os pastéis de nata da Manteigaria. Sua próxima parada será a Igreja de São Domingos, que foi destruída por um incêndio e nunca foi restaurada.

Para encerrar o dia, o café mais tradicional de Lisboa te espera. O A Brasileira, no bairro de Chiado, é frequentado por artistas, poetas, portugueses e turistas do mundo todo. Você ainda pode dar uma esticada jantando em algum dos restaurantes da região.

Segundo dia

Neste dia, aproveite para conhecer a parte moderna e o centro financeiro da cidade.

Comece pegando o metrô de Lisboa rumo à Estação Oriente, a maior estação de Lisboa e que integra ônibus, trem e metrô. O edifício é um projeto do renomado arquiteto Santiago Calatrava e foi construída para a Exposição de 1998. Depois de fazer lindas fotografias, é hora de seguir para o Centro Vasco da Gama que fica do outro lado da rua da estação. O local é um shopping super moderno, ideal para quem quer fazer compras na capital, com lojas bem variadas.

Continuando, passe por dentro do shopping e siga reto pelo Rossio do Olivais. Você chegará ao Parque das Nações, uma área moderna onde estão localizados o Oceanário, museus e o teleférico. A caminhada entre o Rossio dos Olivais e o Oceanário é uma delícia. Uma ponte de madeira com vista para a ponte Vasco da Gama e para a torre do mesmo nome fazem da paisagem fantástica. O Oceanário é um dos maiores aquários do mundo e você precisa conhecê-lo.

Outra parada que merece sua atenção é o jardim da água que conta com uma série de fontes, sendo que uma delas explode imitando um vulcão. E para fechar o roteiro no Parque das Nações, vale conferir o Cassino de Lisboa, que fica quase em frente ao aquário. Antes de anoitecer, que tal fazer um passeio com um pouco de cultura? O Museu Nacional do Azulejo está situado entre o centro de Lisboa e o Parque das Nações. É um dos museus mais importantes de Portugal e conta a história do azulejo desde as suas origens até os dias atuais. À noite, a dica é curtir um dos bares nas ruazinhas da Alfama. Tome um bom vinho português e não deixe de assistir ao show de fado (música tradicional portuguesa).

Terceiro dia

Inicie seu terceiro e último dia visitando a Torre de Belém. Para chegar lá, pegue o trem (os locais chamam de comboio) até a estação Belém. Chegando, caminhe até a torre. Outras opções para chegar a Belém são: ônibus, bondinho e barco. Um dos pontos mais visitados de Portugal, a torre é bem bonita, ornamentada e tem lindas vistas para o rio Tejo.

A partir de lá, siga pela orla para o Padrão dos Descobrimentos, uma espécie de Caravela recheada com os grandes descobridores dos mares como Vasco da Gama, Pedro Álvares Cabral e Fernão Magalhães. A uma curta caminhada do O monumento está o Mosteiro dos Jerónimos. Comece sua visita pela igreja, mas não saia de lá sem visitar e sem subir no Claustro.

A famosa Pastéis de Belém (Rua de Belém, 84) fica bem próxima ao Mosteiro. Aproveite para experimentar os deliciosos doces comprando com quem mais entende.

Sua próxima parada é no Museu dos Coches, que possui uma coleção incrível de carruagens. Depois vá visitar o Palácio Nacional da Ajuda, repleto de ambientes luxuosos decorados com toda a pompa dos reis portugueses: tapetes, lustres e ornamentos. É nele que a presidência portuguesa realiza as recepções de estado. O local vale a visita.

E para fechar com chave de ouro sua viagem à Lisboa, aproveite para curtir a noite num dos lugares mais charmosos do Cais do Sodré: a Rua Rosa. A badalada rua tem restaurantes, bares e boates. Difícil vai ser escolher um.

Veja também: o que fazer em Lisboa?

Destaques

Ruínas cheia de históriasDeixar comida no prato? Nem pensar!“Melhor Oceanário do Mundo” duas vezes pelo Tripadvisor (2015 e 2017)
O convento do Carmo já foi a principal igreja gótica da cidade e foi parcialmente destruído com o grande terremoto de Lisboa em 1755, que arrasou boa parte da cidade. Hoje, o local abriga as ruínas da igreja e o Museu Arqueológico do Carmo.A capital lisboeta tem ótimos lugares para comer. Aliás, é uma das coisas que eles mais gostam de fazer . Desde a sardinha assada – que come-se em todo o país- até os deliciosos pastéis de nata, você ficará maravilhado com as delícias por lá! Ah, e se deixar comida no prato, pode parecer uma ofensaLocalizado no Parque das Nações, o local  possui diversos elementos fazendo referência ao mundo marinho (como “escamas” que revestem o Edifício do Mar). Só no aquário central, que representa o Oceano Global, são quase 5 milhões de litros de água, com cerca de 500 espécies de todo o mundo

Quando visitar Lisboa?

Ladeira da Alfama
Ladeira da Alfama

Lisboa tem temperaturas estáveis, estações secas e chuvosas

Não há exatamente uma época aconselhável ou desaconselhável para ir a Lisboa. Por lá, você vai encontrar invernos mais amenos em comparação ao norte da Europa, com temperaturas mínimas de 8ºC, com máximas chegando eventualmente a 15ºC, em dezembro, janeiro e fevereiro. Já em junho, julho, agosto e setembro, temos dias mais quentes, mas nada que você nunca tenha vivido num verão brasileiro.

Alta Temporada

  • Prós –.A cidade fica cheia, animada e com muito mais opções de pontos de interesse turísticos abertos para conhecer. 
  • Contras – Durante esses meses, as passagens aéreas e hotéis ficam mais caros em toda a Europa, já que abrangem as férias escolares e as festividades de fim de ano

Baixa Temporada

  • Prós –  A cidade fica mais calma, e você pode visitar todos os pontos turísticos com mais tranquilidade e sem filas.
  • Contras – Com menos pessoas na cidade e menor procura para visitar e conhecer os pontos turísticos, é provável que alguns estejam fechados. 

Veja também: Quando visitar Lisboa

Gastronomia e o que comer em Lisboa?

Gastornomia Portuguesa em Lisboa
Gastornomia Portuguesa em Lisboa

A capital de Portugal possui uma gastronomia de alta qualidade e pratos diversificados

A capital lisboeta tem ótimos lugares para comer. Aliás, é uma das coisas que eles mais gostam de fazer . Desde a sardinha assada – que come-se em todo o país- até os deliciosos pastéis de nata,você ficará maravilhado com as delícias por lá! Ah, e se deixar comida no prato, pode parecer uma ofensa

  • Alma – Rua Anchieta 15, 1200-224
  • Belcanto – Rua Serpa Pinto 10A, 1200-026
  • Crisfama – Rua da Cruz de Santa Apolónia 56, 1100-188
  • Lisboa à Noite – Rua das Gáveas 69, 1200-206
  • Há Tapas no Mercado – Rua Ângela Pinto 14, 1900-067

Veja também: Onde comer em Lisboa

Pontos Turísticos de Lisboa 

Padrão dos Descobrimentos
Padrão dos Descobrimentos

Quem nunca sonhou com as doces paisagens lisboetas?

Lisboa oferece um mundo de atrações inesquecíveis para os amantes das paisagens românticas. Roteiros perfeitos para fotografar, caminhar e simplesmente contemplar as inúmeras obras de arte dessa bela cidade.

  • Parque das Nações – Projetado para a Expo 1998, o Parque das Nações fica às margens do rio Tejo. Com parques, museus, um oceanário, teleférico, restaurantes e pavilhões de exposição, o local é uma área charmosa e que se diferencia das demais regiões de Lisboa, sendo hoje um dos bairros mais visitados da cidade.
  • Oceanário de Lisboa – Um dos principais pontos turísticos da cidade e um lugar que não pode ficar de fora de seu roteiro pela capital. Localizado no Parque das Nações, o local  possui diversos elementos fazendo referência ao mundo marinho (como “escamas” que revestem o Edifício do Mar ou a concepção de ilha do Edifício dos Oceanos). Só no aquário central, que representa o Oceano Global, são quase 5 milhões de litros de água, com cerca de 500 espécies de todo o mundo.“Melhor Oceanário do Mundo” duas vezes pelo Tripadvisor (2015 e 2017).
  • Mosteiro dos Jerónimos- Construído a partir do ano 1502, a pedido do rei D. Manuel I, ele possui esse nome porque foi, inicialmente, construído para ser um mosteiro da Ordem de São Jerónimo, uma ordem religiosa católica de clausura monástica fundada no século XIV.
  • Praça do Comércio – Fica localizada no lugar onde estava o Palácio Real antes de ser destruído pelo Grande Terremoto de 1755. A Praça do Comércio é a praça mais importante de Lisboa, mas os lisboetas só a conhecem como Terreiro do Paço. Fica em frente ao Tejo, a praça, que é uma das maiores da Europa, com mais de 35 mil m²) e durante décadas foi a porta de Lisboa para o comércio marítimo.
  • Torre de Belém – A parte externa da Torre de Belém é uma das belezas do monumento e certamente você vai ficar deslumbrado quando chegar. Por dentro, a torre é composta por cinco andares – sala do governador, sala dos reis, sala das audiências, capela e, por fim, o terraço da torre, de onde se tem uma vista incrível de Lisboa. Em 1907 foi classificada como Monumento Nacional e em 1983 foi classificada como Patrimônio Mundial da UNESCO.
  • Convento do Carmo –  O convento já foi a principal igreja gótica da cidade e foi parcialmente destruído com o grande terremoto de Lisboa em 1755, que arrasou boa parte da cidade. Hoje, o local abriga as ruínas da igreja e o Museu Arqueológico do Carmo. Sem dúvida, um lugar que vale a pena conhecer, tanto pela sua história, quanto pela sua beleza única.
  • Elevador Santa Justa – Este é um dos passeios mais impressionantes que você pode fazer pela cidade, então não deixe de colocá-lo no seu roteiro do que fazer em Lisboa. Também conhecido como “Elevador do Carmo”, o Santa Justa é um elevador incrível. Tem altura de 45 metros, motivo pelo qual é possível ter uma das mais belas vistas panorâmicas de Lisboa. Foi construído em ferro há mais de 100 anos com o intuito de ligar a Cidade Baixa à Cidade Alta, e se tornou ao longo dos anos um grande ponto turístico na cidade, recebendo turistas de todas as partes do mundo. 
  • Museu dos Coches – O Museu dos Coches em Lisboa é um dos museus mais visitados de Portugal e fica no bairro de Belém. É um local bastante conhecido pelos turistas de Lisboa, tanto que é o museu mais visitado da cidade. E é mesmo bem interessante, especialmente para quem gosta de história, principalmente da época da monarquia.

Veja também: Pontos turísticos de Lisboa

Igreja de São Roque
Igreja de São Roque

iFriend: Guia de viagem em Lisboa

Escolher um guia de viagem para acompanhá-lo em alguns passeios e experiências em Lisboa pode ser a melhor opção para você aproveitar ao máximo a cidade.

Eliane Guia portuguesa de Lisboa que vai te mostrar cada pedacinho dessa cidade incrível!

Vito O Vito vive em Lisboa e vai te levar para conhecer toda a cultura da cidade.

Veja outros iFriends em Lisboa para uma experiência de viagem mais completa.

Lisboa entardecer
Lisboa entardecer

Lisboa, a cidade das 7 colinas, espera por você!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride.

O que achou?

Média 0 / 5. Votos: 0

Que tal?