HomeGuia de viagem Hong Kong

Guia de viagem Hong Kong

Hong Kong Skyline
Você vai adorar conhecer Hong Kong neste guia completo!
0
(0)

Hong Kong, uma região administrativa especial situada na costa sul da China.

Ele é uma das duas regiões administrativas especiais da China (a outra é Macau). Isto significa que é semi-autônomo, funcionando com o princípio de “um país, dois sistemas”. 

A China concordou por lei em dar um alto nível de autonomia à região e preservar a sua economia e sistema social, no entanto, Pequim tem o poder de vetar mudanças no sistema político.

É um dos destinos mais visitados da Ásia, atendendo aos mais variados perfis de turistas: os que buscam tranquilidade nas praias lindíssimas e templos budistas, aos que não dispensam o agito de uma grande metrópole

Caminhar pelas ruas da cidade já é uma grande atração, com lugares fantásticos para turistar por lá, que merecem um espaço no seu roteiro. Considerada um dos principais destinos da Ásia, a cidade é um lugar cosmopolita, com grande densidade demográfica e o maior número de arranha-céus no mundo

Vocação turística de Hong Kong

Hong Kong é atualmente a cidade mais influente do sudeste asiático, com seus mais de 7 milhões de habitantes em apenas mil quilômetros quadrados. É o lugar que muitos chamam de “China capitalista”, com muitos shoppings, excelentes oportunidades para compras e transporte moderno. Uma cidade que nunca dorme, com dezenas de visitas culturais e de lazer, com uma infinidade de mercados e feiras de rua e com um skyline que deixa em segundo plano o de cidades como Nova York.

Veja também: Por que visitar Hong Kong?

O que fazer em Hong Kong?

Ilha Lantau - Tiam Tan Budha
Ilha Lantau – Tiam Tan Budha

Um lugar repleto de atrações incríveis

Hong Kong é um destino cheio de atrações culturais, urbanas e passeios ao ar livre. 

A cidade tem uma variedade enorme de coisas para visitar, já que mistura a tradição chinesa e toda a modernidade da região. O mais importante é que você vai ter um roteiro de viagem cheio de lugares legais e momentos inesquecíveis.

Veja também: o que fazer em Hong Kong

Primeiro Dia

Star Ferry - Hong Kong
Star Ferry – Hong Kong

Comece seu roteiro de viagem ao melhor estilo, vendo a cidade de cima. Para isso, o lugar ideal é The Peak, ponto mais alto da cidade e que tem uma vista sensacional, incluindo a baía e Kowloon. Seu passeio já tem início com a subida pelo The Peak, uma ferrovia funicular que transporta turistas e residentes aos níveis superiores da Ilha de Hong Kong há mais de um século. Não deixe também de explorar as trilhas pela montanha, é seguro e fácil de fazer. Depois vá até 

Volte para Kowloon e, se tiver a chance, volte de barco pelo lendário Star Ferry. O barco – dos anos 60 – faz a travessia entre a Ilha de Hong Kong e o continente e é a melhor e mais barata maneira de apreciar a vista da baía, com o paredão de prédios de um lado e Kowloon do outro. Para fechar o dia,  vá até a orla de Tsin Sha Tsui para ver o pôr do sol. Todos os dias, às 20h, milhares de turistas se reúnem para ver a coreografia de música e luz em que os edifícios são os grandes protagonistas., o Symphony of Lighs.

Segundo Dia

Tiam tan budha- Ilha Lantau
Tiam tan budha- Ilha Lantau

No segundo dia do seu roteiro, a sugestão é sair um pouco do burburinho da cidade e ir visitar a ilha de Lantau. É lá que fica o famoso e o maior Buda sentado ao ar livre do mundo (Tiam tan Budha) e atrai milhares de turistas todos os dias durante a alta temporada. Depois, siga até o Po Lin Monastery, o maior templo budista da ilha. Deslumbrante por fora e admirável por dentro, esbanjando detalhes em vermelho e dourado. Do lado de fora do templo, você pode descansar e apreciar a vista em jardins lindos, cheio de cantinhos especiais e bem tranquilos.

Em Lantau fica a “Disneylândia de Hong Kong”, que é possível chegar de metrô. Voltando de Lantau, aproveite a fantástica rede metroviária da cidade para se afastar um pouco do grande centro e ir até Sha Tin, quase na fronteira com a China continental, para visitar o Templo dos 10 mil Budas. Depois, faça um passeio pela Canton Road e se deslumbre com o show de luzes que as vitrines das marcas mais caras e exclusivas podem proporcionar.  Não muito longe fica o Mercado Noturno da Temple Street, mercado tradicional que vende de tudo, inclusive os melhores xing-lings.

Terceiro dia

Templo-wong-tai-sin-hong-kong
Templo-wong-tai-sin-hong-kong

Comece seu dia visitando o Templo Wong Tai Sin, um dos maiores e certamente mais interessantes da ilha. Tradicionalmente procurado pelos Chineses em busca dos adivinhos que lêem a sorte. Mas não dê bobeira! Os caras cobram caro para ler a sorte, se você realmente quiser “saber”, negocie antes. Outro templo que vale a visita é o Man Mo. O lugar chama a atenção por ser todo vermelho e dourado por dentro, com imensas espirais de incenso penduradas no teto. Deixe a parte da tarde livre para visitar o Heritage Museum. O local abrange 7.500 m2 de espaço expositivo, composto por 5 galerias permanentes e 6 galerias temáticas.

Destaques

Lá do alto!Disneyland de Hong KongColônia Britânica, yes, Sir!
Peak Tram é uma das principais atrações de da cidade. O local oferece uma vista sensacional da cidade. Hong Kong é conhecida por seus arranha-céus e pela enorme quantidade de edifícios e esse é o lugar de onde você consegue ter uma visão completa do panorama da cidade.
Hong Kong Disneyland tem sete áreas temáticas: Main Street, EUA, Adventureland, Grizzly Gulch, Mystic Point, Toy Story Land, Fantasyland e Tomorrowland. Preferido para aqueles passeios familiares. Tem sua própria linha Disney MTR especial que a conecta ao sistema de metrô MTR. A região foi colônia britânica por um século e meio, sendo devolvida à China apenas em 1997. Hong Kong tem mais Rolls-Royces por habitante do que qualquer outra cidade do mundo.

Quando visitar Hong Kong?

China Park - Hong Kong
China Park – Hong Kong

Hong Kong é um destino para o ano inteiro

Como Hong Kong fica no litoral sul da China, no hemisfério norte, as estações do ano são sempre opostas com as estações aqui no Brasil.

No outono e na primavera, o clima costuma ser sempre ameno, com temperatura agradável e temperatura variando entre 15 e 20 graus.

O verão ́ é muito quente, com temperaturas que ultrapassam os 30 graus Também é comum chover mais durante os meses de verão. O inverno também é mais seco. 

Alta Temporada

  • Prós – A melhor época para visitar Hong Kong e Macau é entre novembro e março quando as temperaturas são mais agradáveis (médias entre 16 e 22ºC). Além disso, a cidade – ainda mais – cheia e o vai e vem de turista, deixará seus dias mais animados. 
  • Contras – Ruas, restaurantes e pontos turísticos ficam mais cheios, o que pode levar mais tempo no seu roteiro e para alguns perfis de viajantes, acabar prejudicando o clima da viagem.

Baixa Temporada

  • Prós – Ruas, restaurantes e pontos turísticos ficam mais vazios, mais espaço para circular e para alguns perfis de viajantes, não ser tão atrativo. Hospedagens mais acessíveis, assim como as refeições 
  • Contras – Algumas atrações podem estar fechadas ou funcionando parcialmente.

Veja também: Quando visitar Hong Kong

Gastronomia e o que comer em Hong Kong

tong-jyun-sobremesa chinesa
tong-jyun-sobremesa chinesa

O melhor do oriente e ocidente  

Hong Kong é uma das cidades mais cosmopolitas da Ásia e também muito conhecida pela sua alta gastronomia.

Tem uma interessante fusão da cultura ocidental e oriental. A cidade oferece opções de restaurantes de redes internacionais e especializados em cozinhas de outros países, como a japonesa, francesa e italiana.

Dentre as delícias da terra você poderá conhecer

  • Cha Siu Baau – uns  pãezinhos fofos e recheados com carne de porco agridoce cha siu;
  • Yu Dan – bolinhos no espeto que são feitos de massa com recheio de bacalhau ou hadoque, tendo ainda um “banho” de molho apimentado de curry.
  • Siu Yuk – quadradinhos assados e crocantes de carne de porco, feitos em camadas alternadas de gordura.
  • Sopa de cobra – exótica, mas muito saborosa e perfeita para os dias frios
  • Sopa Congee – mingau/sopa de arroz finalizado com peixe, carne de porco, ovos, amendoins ou massinha frita.  
  • Tong Jyun – bolinhos de sobremesa quentinhos, recheados com massa doce de gergelim preto e calda doce.

Restaurantes em Hong Kong

  • Ah Shun’s Kitchen – G, 47 Tai San St., Cheung Chau
  • Tim Ho Wan – G/F, 9-11 Fuk Wing Street, Sham Shui Po, Kowloon
  • Tsui Wah – G/F-2/F, 15-19 Wellington Street
  • Maxim’s Palace City Hall – Low Block, City Hall, Edinburgh Place
  • Din Tai Fung – Shop G3-11, G/F, 68 Yee Wo Street

Veja também: Onde comer em Hong Kong

Pontos Turísticos de Hong Kong

disneyland-hong-kong
disneyland-hong-kong

Hong Kong é conhecida em todo o mundo como uma cidade glamorosa e a melhor opção para compras de luxo.

Mas esta cidade-estado é rica em cultura e história e tem muito mais a oferecer do que dim sum de dar água na boca e um horizonte impressionante – com uma energia difícil de descrever.

Com muitas atrações populares e oportunidades de turismo. Você encontrará inúmeras coisas para ver e fazer na ilha.

  • Lantau – Lantau Island é  uma ilha com parques temáticos, locais turísticos, trilhas para caminhadas, praias e praias. É o lugar perfeito para fugir das multidões urbanas. 
  • Hong Kong Disneyland – Tem sete áreas temáticas: Main Street, EUA, Adventureland, Grizzly Gulch, Mystic Point, Toy Story Land, Fantasyland e Tomorrowland. Perefito para aqueles passeios familiares. Tem sua própria linha Disney MTR especial que a conecta ao sistema de metrô MTR.
  • Tian Tan Buddha – Também conhecido como o Grande Buddha, é uma imensa estátua de bronze em Ngong Ping, Lantau. A estátua fica próxima ao Monastério Po Lin e simboliza a relação harmoniosa entre o homem e a natureza, as pessoas e a religião. 
  • Peak Tram – Uma das principais atrações. O local oferece uma vista sensacional da cidade. A cidade é conhecida por seus arranha-céus e pela enorme quantidade de edifícios e esse é o lugar de onde você consegue ter uma visão completa do panorama da cidade.
  • Temple Street Night Market – Nada mais do que uma enorme fileira de camelôs que vendem todo tipo de quinquilharia, Entre as barracas, moradores ogando xadrez chinês. Vale a pena visitar o mercado apenas pelo ambiente, mesmo se você não estiver procurando comprar alguma coisa. O Temple Street Night Market acontece todos as noites em Kowloon.
  • Man Mo Temple – No coração do agitado distrito financeiro é possível encontrar um pacífico oásis – o Man Mo Temple. O templo é dedicado a dois deuses muito diferentes: Man Cheong (Deus da Literatura) e Mo (Deus da Guerra). O templo foi construído em torno de 1847, por mercadores chineses ricos, nos primórdios do domínio colonial britânico.
  • Mosteiro de Po Lin – Localizado a poucos metros do grande Buda de Lantau, Po Lin Hong Kong é um belo mosteiro budista com um excelente restaurante de comida vegetariana. Aproveite para fazer algumas trilhas leves e curtas sinalizadas nas redondezas

Veja também: Pontos turísticos de Hong Kong

Quanto custa viajar para Hong Kong?

kowloon-hong-kong
kowloon-hong-kong

Hong Kong é um dos mais famosos destinos na àsia, portanto, prepare-se!

Você deve ter em mente que Hong Kong é um dos destinos mais caros da Ásia – é basicamente a estação turística da China, portanto, você deverá se planejar com antecedência antes de empreender essa viagem.

  • Passagem – Uma passagem sai em média R$ 5.926 (ida e volta) à partir de São Paulo ou do Rio de Janeiro.
  • Visto – O visto para a China custa R$ 460. Mas, se tirar por correio ou agência, deve-se adicionar as despesas com envio. Também há um custo extra se precisar de urgência na entrega, porém o site da embaixada chinesa não informa o valor. A embaixada/consulado é que define a forma de pagamento.
  • Orçamento – Para viver na ilha durante uma semana você precisará de aproximadamente $100 por dia, uma média de R$544,00 por dia. Com 100 dólares você consegue pagar por um quarto só para você, tem mais opções de onde comer e atividades, e pode se dar ao luxo de uma ou duas cervejas à noite.

Veja também: Quanto custa viajar para Hong Kong?

Vista noturna de Hong Kong
Vista noturna de Hong Kong

iFriend: Guia de viagem em Hong Kong

Escolher um guia de viagem para acompanhá-lo nos pontos turísticos e em alguns passeios e experiências em Hong Kong pode ser a melhor opção para você aproveitar ao máximo a cidade.

  • Antônio – vai te mostrar cada pedacinho dessa cidade incrível!
  • Bárbara – Ela vai te levar para conhecer toda a cultura da cidade.

Veja outros iFriends em Hong Kong para uma experiência de viagem mais completa.

Vista noturna da Baia de Hong Kong
Vista noturna da Baia de Hong Kong

Hong Kong é incrível e espera por você!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride.

O que achou?

Média 0 / 5. Votos: 0

Que tal?