HomeGuia de viagem Bangkok

Guia de viagem Bangkok

Templo wat benchamabophit
Você vai adorar conhecer Bangkok nesse guia completo!
5
(1)

Moderna, caótica, cosmopolita, agitada. Assim é Bangkok, capital da Tailândia, que cada vez mais atrai turistas em busca de sua cultura e exotismo.

A Cidade dos Anjos, como é conhecida no idioma local, proporciona uma deliciosa mistura do antigo com o novo. Os arranha-céus dividem espaço com templos e tradições milenares. 

O destino também é feito de extremos, do luxo dos hotéis à pobreza, porém é seguro: 90% da população é budista, o que justifica os mínimos índices de violência, apesar das condições de vida.

A cidade foi a mais visitada do mundo por 4 anos consecutivos, segundo o Índice de Destinos Globais publicado pela Mastercard em 2019, o que mostra que atrações turísticas e cultura local marcante são mais importantes para os visitantes que infraestrutura, por exemplo. 

Vocação turística de Bangkok

Templos budistas, shoppings modernos, cultura exótica, diversas opções baratas de lazer e um povo sorridente chamam atenção de brasileiros, que não precisam de visto para entrar na Tailândia por até 90 dias. 

A hospedagem é bem em conta por toda parte em Bangkok, o que é uma grande chance de experimentar um hotel que, em outros lugares e circunstâncias, não caberia no bolso. Para quem quer ficar perto do fervo, a dica é reservar uma acomodação perto da Avenida Sukhumvit, uma área cheia de lojas e restaurantes, com rede de transporte público ao redor – metrô subterrâneo MRT Asoke) e de superfície (BTS Sukhumvit). 

Dicas importantes: 

  • A passagem aérea é o gasto mais alto para a viagem e pode ser ainda mais expressivo com a valorização do dólar. Partindo de São Paulo, o voo para Bangkok pode custar em média 6500 reais. Adquira sua passagem com bastante antecedência para garantir o melhor desconto. Acompanhe os preços e compre na melhor oportunidade.
  • A moeda local, o Baht, é bastante desvalorizada, o que possibilita conhecer o país inteiro sem gastar uma fortuna por isso. Uma dica importante é levar dólares na sua viagem, já que reais não são aceitos por lá. 
  • O euro também é uma opção, embora o câmbio não seja favorável. As notas de 50 e 100 dólares tem cotação melhor. Pesquise bem antes de trocar e evite operações nos aeroportos, pois a cotação é alta. 

Veja também: Por que você deve visitar Bangkok?

Destaques 

A lendária Khaosan RoadTradição e culturaAtração hollywoodiana
A rua mais maluca e agitada da capital tailandesa tem comida de rua, os espetinhos de escorpiões, restaurantes locais, lojinhas baratas, tuk tuk, comércio de rua, várias agências de turismo, shows dos mais variados e várias outras coisas. O Wat Pho é um dos templos mais antigos da cidade, com muita influência chinesa. Ele abriga a famosa imagem do Buda deitado, maior de Bangkok e maior na posição horizontal do mundo, com 46 metros de comprimento. o Sky Bar do Lebua State Tower é o bar do filme Se Beber não Case. O bar funciona no 63º andar e tem uma vista espetacular. Há quem diga não ser um dos melhores rooftops de Bangkok para curtir a noite, mas vale conhecer e tirar umas fotos. 

O que fazer em Bangkok?

Phra-nakhon-si-ayutthaya
phra-nakhon-si-ayutthaya

Um passeio inesquecível por lugares exóticos 

Uma cidade de templos (mais de 400), Bangkok é um convite a imergir no budismo por onde quer que se ande. Além disso, é um ótimo destino para fazer compras, seja você requintado ou mochileiro. Há shopping centers por todas as partes da capital. 

Nos mercados de rua, os turistas encontram desde os objetos mais comuns aos mais curiosos, e ainda comidas típicas, entretenimento e um ambiente incrível. E o melhor: é possível pechinchar bastante. 

Primeiro dia

Comece seu roteiro no Grand Palace. É lá que fica o Buda de Esmeralda (na verdade feito de Jade), templo mais sagrado da Tailândia. Prepare-se para filas, pois é o local mais visitado da cidade, com cerca de 8 milhões de pessoas ao ano, 20 mil ao dia.

Ao lado do Grand Palace, fica o Wat Pho, o templo do Buda deitado, uma imagem com 46 metros de comprimento coberta por folhas de ouro. A partir do Grand Palace, você pode pegar uma balsa para conhecer o Wat Arun, o Templo do Amanhecer todo ornamentado em porcelana e flores.

Aproveite também para conhecer a rua mais maluca e agitada de Bangkok, a Khaosan Road. Tem comida de rua, os espetinhos de escorpiões, restaurantes locais, lojinhas baratas, tuk tuk, comércio de rua, várias agências de turismo, shows dos mais variados e várias outras coisas.

A visita fica completa à noite com um passeio em Chinatown. A quantidade de placas luminosas no bairro chama atenção e o local se transforma em um verdadeiro centro gastronômico. 

Segundo dia

Uma viagem à Bangkok não é a mesma se você não visitar os mercados locais. Agende um dia antes o tour pelo Mercado do Trem e Mercado Flutuante. O Mae Klong Market é um mercado onde o trem passa no meio da feira. Já os mais famosos mercados flutuantes da região são o Damnean Saduak e o Amphawa.

Outro passeio legal para fazer é conhecer o Wat Benchamabophit, templo todo construído em mármore italiano. O Wat Saket, o Templo do Monte Dourado, é um dos templos mais antigos da cidade. No pôr do sol, a vista é linda. 

Para a noite, o Sky Bar do Lebua State Tower é o bar do filme Se Beber não Case. O bar funciona no 63º andar e tem uma vista espetacular. Há quem diga não ser um dos melhores rooftops de Bangkok para curtir a noite, mas vale conhecer, tirar umas fotos e partir para algum outro bar próximo. 

Terceiro dia

Se tiver tempo, agende o tour por Ayutthaya, antiga capital do Reino de Sião, hoje Tailândia. Um verdadeiro museu a céu aberto, suas ruínas estão abertas à visitação e seus templos contam a história do país. 

De volta à Bangkok, uma boa opção para jantar e terminar a noite é o Asiatique, um mercado noturno situado às margens no rio Chao Phraya. Bem diferente dos mercados de rua, que são cheios de barraquinhas, o Asiatique tem um ar mais gourmet e turístico, com bons restaurantes.

Veja também: o que fazer em Bangkok

Quando visitar Bangkok?

wat-sakhet-Bangkok
wat-sakhet-Bangkok

Bangkok tem três estações do ano: quente, fresca e monções 

Do final de novembro a fevereiro tem um clima agradável, com temperaturas que vão de 30ºC durante o dia, a 20ºC à noite. Essa é a melhor época para conhecer a cidade.

Na estação quente, que começa em meados de março e vai até o início de junho, as temperaturas chegam a 40ºC e as dezenas de shoppings se tornam os melhores pontos turísticos.

Entre meados de junho e final de outubro chove praticamente todo dia. A parte boa é que a temperatura fica entre 32ºC e 23ºC. As chuvas geralmente ocorrem durante a tarde e duram cerca de uma hora. 

Alta Temporada

  • Prós – O clima está mais ameno e a possibilidade de chuvas é quase nenhuma, ideal para o visitante poder conhecer todos os pontos turísticos da região. A cidade fica mais animada e há muitas opções de entretenimento. 
  • Contras – As filas para os pontos turísticos ficam enormes. Mercados e shoppings estão mais cheios. 

 Baixa Temporada

  • Prós – A cidade fica menos cheia, portanto mais fácil de pechinchar nos mercados. Além disso, você não vai encarar longas filas para visitar as atrações turísticas.   
  • Contras – Os termômetros sobem e lá para abril e maio beiram o insuportável, atingindo marcas próximas aos 40°C constantemente. As chuvas marcam presença na baixa temporada, chegando ao seu máximo em agosto, setembro e outubro.

Veja também: Quando visitar Bangkok

Gastronomia e o que comer em Bangkok?

Comida Tailandesa
Comida Tailandesa

Uma das cozinhas mais ricas e variadas da Ásia

Comer bem faz parte da cultura tailandesa e isso é algo que fica bastante evidente em Bangkok, uma cidade extremamente gourmet.  

Leite de coco, molho de peixe, capim-limão, manjericão-tailandês, ervas aromáticas e especiarias estão entre os ingredientes utilizados no preparo de pratos tradicionais, famosos por combinarem diferentes sabores – doce, salgado, azedo e apimentado.

O noodles de arroz e o arroz propriamente dito são dois elementos que não podem faltar em uma tradicional cozinha tailandesa.

Restaurantes em Bangkok

  • Gaggan- 68 Sukhumvit 31, Khlong Tan Nuea, Watthana, Bangkok 10110
  • Nahm – 27 S Sathorn Rd, Thung Maha Mek, Sathon, Bangkok 10120
  • Benihana at Riverside Plaza Bangkok – Krung Thonburi Road, Khlong San, Bangkok 10600
  • Nang Gin Kui – 868 Vanich 2 Alley, Talat Noi, Samphanthawong, Bangkok 10100
  • Suda – 6 6/1 Sukhumvit 14 Alley, Khlong Toei, Bangkok 10110

Veja também: Onde comer em Bangkok

Pontos Turísticos de Bangkok

Templo Wat Po
Templo Wat Po

Cultura e exotismo que brilham aos olhos do mundo

Bangkok mistura o antigo com o novo em meio a templos budistas, shoppings modernos, mercados de rua e uma cultura pra lá de excêntrica. Você se encantará com as paisagens dignas de books perfeitos e uma cultura extraordinária em todos os sentidos. 

Grand Palace – Um complexo real, com diversos pavilhões, palácios e templos. É lá que se encontra o Buda de Esmeralda (na verdade feito de Jade), templo mais sagrado da Tailândia.  O Grand Palace já foi residência da família real da Tailândia e também sede do governo, com diversos prédios oficiais e jardim real. Muitos mantém a porta central fechada, por onde passa somente o rei – os turistas passam pelas portas laterais.

Wat Pho – É um dos templos mais antigos da cidade, com muita influência chinesa. Aqui fica a famosa imagem do Buda deitado, maior de Bangkok e maior na posição horizontal do mundo, com 46 metros de comprimento. Todo folhado a ouro, é feito de cimento e bronze, com incrustações de pérolas nos seus pés. 

Wat Arun – Também chamado de Templo do Amanhecer, está situado às margens do rio Chao Phraya. Possui escadas nas suas laterais (estão abertas), que levam ao seu topo, com uma linda vista de Bangkok, às margens do rio.

Khaosan Road – Conhecida como a “capital mundial dos mochileiros”, a Khaosan Road é uma rua de 410 metros de extensão repleta de barraquinhas de comida típica e barzinhos com música ao vivo. Uma atmosfera animada, que representa bem a cidade. Apenas passar por ali é uma atração e tanto. O passeio fica completo ao comprar lembrancinhas criativas dos vendedores locais, experimentar os espetinhos de escorpião e os baldinhos com drinks tailandeses, além de uma pausa para uma massagem tailandesa.

Chinatown – Um dos cinco bairros mais procurados pelos visitantes da cidade, Chinatown possui um interessante mercado de comidas exóticas, remédios e joalherias. À noite, as placas luminosas chamam a atenção, criando um ambiente descontraído, que já se tornou um centro gastronômico e de compras.

Explorar um mercado flutuante – Bangkok é uma cidade repleta de canais, a maior parte deles infelizmente aterrados. Mas ao redor da cidade, em áreas ligeiramente mais afastadas da região metropolitana, alguns canais são ponto de encontro da população local que se locomove, compra e vende através dos rios. Visitar um desses mercados flutuantes é uma parada obrigatória para quem deseja conhecer a parte mais tradicional da cultura tailandesa.

O Damnoen Saduak é o maior, mais antigo e, sem dúvidas, o mais bonito, mas também mais afastado de Bangkok (100 km). Para quem prefere evitar multidões, o Amphawa (90 km) pode ser uma melhor opção. O Taling Chan é o mais próximo da cidade (12 km), mas visualmente pouco atrativo.

Wat Benchamabophit – Templo todo construído em mármore italiano, inclusive suas colunas e jardim. Todo assimétrico, integra o nobre material com arquitetura tailandesa e decoração dourada.

Wat Saket – Localizado no coração da cidade, o Wat Saket, Templo do Monte Dourado, fica sobre uma elevação artificial com quase 80 metros de altura, com uma estupa no topo, expandindo toda a espiritualidade da cidade.  Quando o sol se põe, a vista para o templo fica indescritível.

Veja também: Pontos turísticos de Bangkok

Grand Palace - Bangkok
Grand Palace – Bangkok

iFriend: Guia de viagem em Bangkok

Escolher um guia de viagem para acompanhá-lo em alguns passeios e roteiros pode ser a melhor opção para você aproveitar ao máximo a cidade.

DavidCom ele, você conhecerá a parte religiosa de Bangkok

Lua Ela fará um roteiro personalizado pela parte cultural de Bangkok

Ver mais iFriends: guias locais em Bangkok para você aproveitar MUITO a sua estadia!

wat-arun -templo-do-amanhecer-bangkok
wat-arun -templo-do-amanhecer-bangkok

Bangkok, a Cidade dos Anjos, espera sua visita!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride.

O que achou?

Média 5 / 5. Votos: 1

Que tal?