HomeGuia de viagem: Cidade do Cabo

Guia de viagem: Cidade do Cabo

Cape Point - Cabo da Boa esperança
Você vai adorar conhecer a Cidade do Cabo neste guia completo!
0
(0)

Cidade do Cabo é a segunda maior cidade da África do Sul e capital legislativa do país. A cidade foi uma das descobertas do explorador português Bartolomeu Dias, que a encontrou em 1488 quando navegava rumo às Índias. Anos mais tarde a região foi invadida por holandeses e britânicos, que até hoje se encontram neste território. 

A metrópole sul-africana foi, a princípio, instituída pela Companhia Holandesa das Índias Orientais quando nela estabeleceu um porto marítimo de apoio às viagens para a África Oriental, Índia e Extremo Oriente. O primeiro estabelecimento europeu fixo na África do Sul foi assentado por Jan van Riebeeck no dia 6 de abril de 1652.

Vocação turística da Cidade do Cabo

A Cidade do Cabo progrediu de forma veloz. Ela logo se transformou no principal núcleo econômico-cultural da Colônia do Cabo. Depois do ciclo do ouro, foi desbancada por Joanesburgo, mas ainda hoje é um dos destinos mais importantes da África do Sul, pois abriga as maiores indústrias, é o centro comercial do país, é sede das atividades de refinação petrolífera, das produções automobilística, de alimentos, química, têxtil e de construção naval. 

Dona de lindas paisagens, a cidade também é símbolo da miscigenação de culturas. Seu povo é hospitaleiro e está sempre pronto para receber os visitantes de braços abertos. Enquanto a alegria dos locais dita o ritmo desse destino, o transporte público deixa um pouco a desejar. Há algumas linhas de ônibus que levam às atrações principais. Uma considerável malha de trens e vans está disponível, mas são pouco utilizadas por turistas.  

Por que visitar a Cidade do Cabo?

vinehdos-na-cidade-do-cabo
vinehdos-na-cidade-do-cabo

Porque você não perde por esperar!

Aos pés da Table Mountain (ou Montanha da Mesa), a cosmopolita Cidade do Cabo, ou Cape Town no idioma original, é um convite à qualidade de vida. Prepare-se para conhecer um lugar recheado de montanhas, trilhas, parques, praias badaladas (como Clifton e Champs Bay), além de museus, belas igrejas e castelos. 

A melhor forma de circular pela Cidade do Cabo é de táxi, sendo que poucos deles usam o taxímetro e maioria trabalha com preço tabelado. Opte por pegar táxis chamados por hotéis e restaurantes. Quem vai alugar um carro, pode sair dirigindo do aeroporto. Porém, será necessário atenção redobrada na direção, pois o trânsito na África do Sul funciona na mão inglesa. 

A moeda oficial do país é o rand. A alternativa ideal é levar dólares ou euros e trocá-los por lá para garantir a melhor cotação. E não deixe de trocar todo o dinheiro que for precisar: é raríssimo encontrar estabelecimentos sul-africanos que aceitem dólares. 

Brasileiros que arranham no inglês, não se preocupem! Há 11 idiomas oficiais na África do Sul, sendo que o inglês é um deles e dá para se comunicar bem com ele. 

Veja também: Por que visitar a Cidade do Cabo?

O que fazer na Cidade do Cabo?

V7A Waterfront
V7A Waterfront

Um mundo de história e natureza esperam por você!

Com cenários diversos, como a Robben Island, onde Nelson Mandela ficou preso por muitos anos, e Kirstenbosch Jardim Botânico, onde muitas pessoas fazem piqueniques, os pontos turísticos da Cidade do Cabo se dividem entre suas belezas naturais e a história fascinante da África do Sul. 

Acrescente a oportunidade de ver animais selvagens, museus dos mais variados grupos étnicos, shoppings com vistas para o mar, praias e fazendas de vinhos. A Cidade do Cabo é surpreendente e diferente de tudo o que se imagina do país. 

Primeiro dia

Seu roteiro pode começar em Robben Island, prisão em que ficou Nelson Mandela, aberta para visitação guiada. Sem dúvidas, o ponto alto do passeio é a cela onde vivia o ex-presidente sul-africano. 

Ao voltar do passeio na Robben Island, é hora de conhecer o V&A Waterfront, um centro comercial à beira-mar que reúne lojas, hotéis, restaurantes, cartões-postais e até museus. Aproveite para almoçar por lá, afinal há bons restaurantes.

No fim da tarde, a boa pedida é contemplar o pôr do sol em Camps Bay. A praia tem atmosfera mais requintada e é uma ótima opção para passar a noite. O The Leopard Bar e o Chinchilla Rooftop Bar são algumas das excelentes alternativas para sentar e tomar um drink na área.

Segundo dia

No seu segundo dia, acorde bem cedinho para conhecer o Cabo da Boa Esperança, um dos pontos geográficos mais relevantes do mundo, marcando a divisão entre os oceanos Índico e Atlântico. Os privilégios deste passeio são enormes: a maravilhosa estrada de ida – Chapman’s Peak; a incrível paisagem do Cape Point; a importância histórica do lugar.

Saindo do Cabo da Boa Esperança, siga para a Boulders Beach (praia dos pinguins). Ela fica no meio do caminho de volta. Quem cuida do local é o Table Mountain National Park, que cobra uma taxa administrativa dos visitantes.

Após voltar para o hotel e descansar, reserva sua noite para conhecer a Long Street. A rua tem uma enorme variedade de casas noturnas e bares. É um local que deve estar no roteiro de qualquer viajante. 

Terceiro dia

Outra programação que não pode faltar na sua viagem para a Cidade do Cabo é a visita ao seu cartão-postal. A Table Mountain é aquele montanha que você vem observando quando chega à cidade. Por ter o topo plano, daí o nome “Montanha da Mesa”, em tradução literal. Tem pouco mais de 1000 metros de altitude, altura suficiente para uma vista de tirar o fôlego.

A subida para o mirante da Table Mountain pode ser pelo teleférico ou pela trilha a pé. Lá em cima, tem restaurante, loja, cafeteria e até lounge com Wi-Fi.

Depois, nossa dica é que você vá ao Zeitz MOCCA, um museu de arte contemporânea com mais de 100 galerias em que se expõem peças artísticas de africanos e imigrantes.

A partir do museu, siga para a região de casinhas coloridas que foi elevada a ponto turístico no bairro de Bo-Kaap. O auge do passeio são as casinhas no entorno das ruas Wale, Rose, Chiappini, Hellinger e Church, afinal, boa parte das construções se concentram nessa área. Também há um pequeno museu na Wale Street para quem deseja se aprofundar mais no contexto histórico do bairro. 

Bem próximo dali estão a Long e a Bree Street, duas ruas com uma grande variedade de restaurantes onde você pode escolher um para almoçar. 

À noite, feche sua viagem em grande estilo no Waterfront. O local conta com ótimos restaurantes e bares com música ao vivo, que ficam bastante animados. 

Veja também: o que fazer em Cidade do Cabo

Quando visitar a Cidade do Cabo?

kirstenbosch-jardim-botânico
kirstenbosch-jardim-botânico

A cidade sul-africana vive seu esplendor no verão

Na Cidade do Cabo, inverno e verão são estações bastante diferentes. As estações seguem o padrão do hemisfério sul: final e início do ano é verão, meio do ano é inverno.  

O verão apresenta temperatura média de 21ºC, mas nos dias mais quentes, pode ultrapassar os 30ºC. É nesse período que a cidade recebe mais turistas e tem mais festas. Além disso, as praias ficam mais cheias. 

Já o inverno apresenta temperaturas em torno dos 13ºC, mas que durante a noite podem ser inferiores a 8ºC. Principalmente entre maio e agosto, pode haver dias mais chuvosos e nublados. 

A Cidade do Cabo recebe ventos constantes. Independentemente da época do ano em que você viaje, não deixe de levar um agasalho para se proteger do vento, que acaba deixando a sensação térmica mais baixa.

Alta Temporada

  • Prós – A cidade fica mais animada, recebe mais turistas e ocorrem vários eventos. A temperatura mais alta favorece a visitação às praias.   
  • Contras – Os preços cobrados nas hospedagens e passagens aéreas são mais salgados. Dizem que o mar é mais gelado na alta temporada (mais que no inverno) devido às correntes marítimas, o que dificulta a vida de quem gosta de dar aquele mergulho. Além disso, os pontos turísticos ficam mais cheios neste período e você pode ter que disputar espaço com outras pessoas. 

Baixa Temporada

  • Prós – Os preços de hospedagens e passagens aéreas caem. Nesta época do ano, os dias de céu limpo e pouco vento são bem valorizados e ideais para fazer passeios ao ar livre ou subir a Table Mountain.  
  • Contras – A baixa temporada vem acompanhada de dias mais chuvosos e nublados. As noites frias podem ser um incômodo. A cidade fica mais vazia e não tem tantas festas como no verão, portanto, para quem gosta de agito, o ideal é ir na alta temporada. 

Veja também: Quando visitar Cidade do Cabo

Praias na Cidade do Cabo

Camps Bay
Camps Bay

Praias para todas as tribos

Há quem diga que a Cape Town lembra um pouco o Rio de Janeiro por sua mistura de mar e montanhas. Realmente a natureza da região impressiona, incluindo a beleza de suas praias. Porém, elas servem mais para serem admiradas das areias do que para nadar.

As águas do Cabo são geladas o ano todo; diz-se, inclusive, que são mais geladas no verão do que no inverno. 

Embora poucas pessoas entrem no mar, as praias fazem, sim, muito sucesso. No verão, principalmente, elas ficam bastante movimentadas, tanto de turistas quanto locais.

  • Camps Bay – Camps Bay é a praia mais famosa e badalada da cidade. Não se surpreenda se avistar alguma celebridade por lá. As principais características desta praia são as ondas fortes e um pôr-do-sol dos mais fantásticos da Cidade do Cabo. Outra vantagem desta praia é a localização: por estar perto da região central, o acesso é bastante facilitado. E se quiser sair da areia, é só atravessar a rua que tem um monte de bares e restaurantes bem agradáveis na orla.
  • Clifton Beach – Esta é outra praia bem badalada da Cidade do Cabo. A Clifton Beach se divide em quatro praias pequenas com características distintas. Elas são separadas por pedras e chamadas de Clifton 1, 2, 3 e 4. A primeira parte é o reduto dos surfistas e amantes dos esportes. A segunda é a praia com uma atmosfera mais chique. A terceira praia é famosa por ser a parte mais gay-friendly das quatro. Já o quarto trecho do conjunto de Clifton Beach costuma receber mais famílias e grupos de adolescentes. É a quarta praia que costuma ficar mais cheia.
  • Llandudno Beach – Com ares de exclusividade, a Llandudno Beach tem um perfil mais reservado, pois está situada em uma área residencial. A praia é toda cercada por montanhas, o que deixa o cenário deslumbrante.
  • Boulders Beach – Conhecida como a praia dos pinguins, visitar a Boulders Beach é uma experiência incrível. Imagina encontrar uma colônia de pinguins africanos na praia? Parece um sonho ou cena de filme. Além disso, as águas da Boulders Beach são calmas e cristalinas, o que torna a paisagem incrível. A praia está localizada na região de False Bay, em Simon’s Town (a uma hora do centro da cidade). 
  • Muizenberg – Assim como a Boulders Beach, a Muizenberg fica na região da False Bay. Esta praia em Cape Town é um ponto de encontro para os surfistas da África do Sul. Apesar da fama dos tubarões que circulam em suas proximidades, a praia está sempre lotada de gente jovem e bonita. Saindo da praia, vale a pena explorar seus arredores: há várias galerias de arte e uma ótima infraestrutura por ali.
  • Hout Bay – A Hout Bay é uma praia de apenas 1 Km de extensão, que fica mais movimentada aos fins de semana. O lugar, muito visitado por turistas, tem restaurantes e várias embarcações ancoradas, mas faz sucesso mesmo porque de lá saem os passeios para visitar a Seal Island (ilha das focas). Essa ilha fica a cerca de 20 minutos de navegação de Hout Bay e é um local onde as focas adoram tomar sol. 

Veja também: Praias na Cidade do Cabo

Ecoturismo em Cidade do Cabo

Cape town
Cape town

Todas as alegrias da natureza!

Há muito o que se fazer na Cidade do Cabo, seja na faixa litorânea ou entre as montanhas. O lugar é um verdadeiro presente para os amantes da natureza.

Com lindas praias, parques, reservas naturais, animais em alto mar e muito mais, a cidade oferece uma imersão incrível no ecoturismo. Apresentamos aqui algumas opções de atividades. 

  • Animais em alto mar – A viagem para a Cidade do Cabo é uma bela oportunidade para ficar de frente com algumas criaturas marinhas, como o tubarão branco, as focas e os pinguins africanos, espécie ameaçada de extinção. Os milhares de pinguins podem ser encontras na Boulders Beach, enquanto as focas estão localizas em uma ilha chamada Seal Island. Já a cidade de Gansbaai, a 160 Km da Cidade do Cabo, é conhecida como a “Capital do Tubarão Branco”. De lá saem barcos que vão de encontro aos animais. Ao chegar em alto mar, viva a adrenalina de mergulhar em uma gaiola e ficar de cara para o tubarão.
  • Table Mountain – Eleita uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo, a Table Mountain é o principal ponto turístico da Cidade do Cabo. Ela pode ser contemplada de praticamente toda a cidade, mas a graça mesmo é apreciar a vista lá de cima. Há três opções para subir a montanha: escalada, bondinho e caminhada. 
  • Cabo da Boa Esperança – O Cabo da Boa Esperança trata-se de uma península no extremo sudoeste da cidade. O lugar também é conhecido como “Cabo das Tormentas”, devido à grande quantidade de tormentas e ventos presentes na região. No Cabo da Boa Esperança está Cape Point, o ponto mais a sudoeste da África. O local abriga vida silvestre, promove visitações guiadas e oferece trilhas para bicicleta, caminhada e escalada, bem como espaço para piquenique e até surf. O Cabo da Boa Esperança é onde os oceanos Índico e Atlântico se encontram. A região tem paisagens deslumbrantes. De mirantes e faróis, é possível apreciar as vistas mais lindas. Para chegar ao lugar você pode contratar passeios com agências turísticas ou alugar um carro. 
  • Signal Hill e Lions Head – Essas duas montanhas fazem parte do complexo do Parque Nacional da Table Mountain. Também oferecem lindas vistas da região. Em Signall Hill é possível chegar de carro e dá vista para a cidade e o porto. Já para chegar na Lions Head, é necessário fazer uma caminhada. Leva de 1 a 2 horas dependendo de sua forma física. A trilha de hiking é bastante íngreme, então pode ser assustador para que tem medo de altura. Existem duas opções de trilha: a mais curta requer uma pequena escalada amparada por correntes e um corremão; a trilha um pouco mais longa não tem escalada. Lions Head tem uma vista de 360 graus, onde dá para contemplar a cidade, o mar e a própria Table Mountain. 
  • Kirstenbosch Botanical Garden – O Kirstenbosch National Botanical Garden é considerado o primeiro jardim botânico do mundo dedicado exclusivamente à flora nativa de um país. Estima-se que o espaço, criado em 1913, tenha mais de sete mil espécies. No verão costuma haver concertos no gramado pelo fim da tarde. O passeio pelo local inclui admirar e cheirar as flores, deitar na grama, tirar belas fotos, fazer piquenique ou curtir a brisa no café que tem lá.
  • World of Birds – O World of Birds é um santuário de aves em Hout Bay, um subúrbio da Cidade do Cabo. Maior parque de pássaros da África, tem mais de 3000 pássaros de 400 espécies diferentes. No local há um pequeno café e uma loja de souvenirs. 

Veja também: Ecoturismo na Cidade do Cabo

Gastronomia na Cidade do Cabo

Pratos variados, bem temperados, acompanhados de um bom vinho

A Cidade do Cabo oferece uma boa variedade de restaurantes com preço justo, que servem desde a culinária típica local até preparações internacionais. Como uma boa cidade litorânea, Cape Town abusa dos frutos do mar. Os menus quase sempre oferecem ostras, camarões, peixes e até mesmo lagostas. 

De um modo geral, a África do Sul apresenta uma gastronomia de sabores marcantes, quase sempre apimentados. Na Cidade do Cabo, os temperos são mais sutis. Ainda assim, é preciso estar atento aos pratos com chilli. 

Há algumas comidas típicas que você pode experimentar por lá. Entre elas, o bobotie – bolo de carne moída com curry, coberto com creme branco; biltong – petisco de carne seca e curada; pap – espécie de purê de milho meio empapado comumente apresentado como acompanhamento para carnes; malva pudding – bolinho com textura esponjosa que leva geleia de damasco.

Além disso, a Cidade do Cabo está cercada por boas vinícolas e é um dos grandes produtores mundiais do vinho, entre eles o pinotage, qualidade de vinho símbolo do país. A uva pinotage é a rainha dos vinhos da África do Sul. Os amantes da bebida, podem se preparar para uma degustação imperdível. 

Restaurantes na Cidade do Cabo

  • Cafe Caprice – 37 Victoria Rd, Camps Bay
  • La Colombe – Silvermist Wine Estate, Main Road, Constantia Nek
  • Mama Africa – 178 Long St, Cape Town City Centre
  • Royale Eatery – 20 Vineyard Rd, Claremont
  • Gold Restaurant – 15 Bennett St, Green Point 
  • Mzansi Restaurant – 45 Harlem Ave, Langa 
  • Black Sheep – 104 Kloof St, Gardens
  • Carne SA – 70 Keerom St, Cape Town City Centre
  • Reverie Social Table 226A Lower Main Rd, Observatory
  • Nobu – One&Only Cape Town, Dock Rd, Victoria & Alfred Waterfront

Veja também: Onde comer na Cidade do Cabo

Pousadas e Hotéis na Cidade do Cabo

Chinchila Camps Bay
Chinchila Camps Bay

Luxo e conforto por valores justos

A Cidade do Cabo tem boas alternativas de hospedagens espalhados por vários cantos da cidade. As cinco melhores regiões para se acomodar são: Long Street (centro), Waterfront, Camps Bay, Sea Point e Green Point. 

Long Street tem uma boa oferta de hotéis e baratas. É a escolha ideal para mochileiros e viajantes com orçamento curto, além de ser uma boa pedida para aqueles que gostam de curtir a vida noturna e quer estar localizado em meio ao point. 

Waterfront é onde se concentra a maior parte dos hotéis da cidade. Também oferece facilidade para quem pretende circular a pé ou usando transporte público. Tem ainda a vantagem de ser bastante seguro, mesmo à noite. Apesar dos benefícios, ficar em Waterfront pode pesar mais no bolso do que em outras áreas. 

Camps Bay podemos dizer que é a área mais sofisticada da Cidade do Cabo, portanto espere pagar mais caro se deseja se hospedar por lá. Ela é recomendada para turistas que não se importam em andar muito de táxi ou que pretendem alugar um veículo durante a viagem.

Localizado próximo ao Waterfront, o Sea Point oferece preços acessíveis. A região fica entre o centro e a Lions Head (uma linda montanha no entorno da cidade). As vistas que se tem dessa área são belíssimas. 

O Green Point fica perto do Waterfront e conta com uma boa gama de hotéis e comércio. Há ainda uma variedade de bares, restaurantes e casas noturnas no bairro. A área é muito procurada pela comunidade LGBT+. 

Pousadas e Hotéis na Cidade do Cabo

  • Cape Royale Luxury Suites – 47 Main Rd, Green Point 
  • Kingslyn Boutique Guesthouse – 8 Hill Rd, Green Point
  • Cape Grace Hotel – W Quay Rd, Victoria & Alfred Waterfront
  • Table Bay Hotel – Quay, 6 W Quay Rd, Victoria & Alfred Waterfront
  • Mojo Hotel – 30 Regent Rd, Sea Point 
  • Ocean View House – 33 Victoria Rd, Bakoven  

Veja também: Hoteis na cidade do Cabo

Passeios na Cidade do Cabo

Bo Kaap
Bo Kaap

Um mundo de passeios para você!

Um dos lugares mais charmosos da África do Sul, a Cidade do Cabo tem atrações para todos os gostos. Além de ter que bater carteirinha nos pontos principais, é claro, como a Table Mountain, o Cabo da Boa Esperança e a Boulders Beach, há algumas opções de passeios diferenciados para você incluir na sua lista, como o Gun Fun e a visitação às vinícolas. 

  • Robben Island – A Robben Island possui uma tremenda importância para a história do país. Foi nesta ilha que Nelson Mandela e muitos outros políticos passaram anos presos por defenderem o direto à igualdade entre brancos e negros. No local, antigos prisioneiros contam como era a rotina do presídio.
  • V&A Waterfront – Localizado no coração turístico da Cidade do Cabo, o Victoria and Alfred Waterfront é mais um dos locais imperdíveis do destino. A área portuária revitalizada tem shoppings, hotéis, mercados, lojas de artesanato, restaurantes e até uma roda gigante. O local é bem seguro e fica bastante movimentado de dia e à noite. 
  • Vinícolas – A África do Sul produz vinhos premiados por especialistas no mundo todo. Além das vinícolas da Cidade do Cabo, há duas cidades próximas cujas principais atividades incluem a vinicultura. São elas Stellenposch e Franschhoek. A distância entre a Cidade do Cabo e Stellenbosch é de 49 Km (nem 1 de hora de carro). Já para Franschhoek, são 80 Km (pouco mais de 1 hora).  Waterford, Tokara, Kleine Zalze e Groot Constantia são algumas das vinícolas que você pode conhecer durante a viagem.  
  • Zeitz MOCAA – O Museu de Arte Contemporânea Africana é considerado um dos mais importantes museus do país. O empreendimento inclui 6000 metros quadrados de espaço expositivo em 80 espaços de galeria, um jardim de esculturas no terraço, áreas de armazenamento e conservação de última geração, uma biblioteca, um restaurante, um bar e salas de leitura. O edifício é uma atração a parte, muito lindo e moderno. O Zeitz MOCAA está situado no V&A Waterfront. 
  • Gun Fun – Gun Fun é o único campo de tiro interno na Cape Town, onde moradores e turistas podem experimentar a adrenalina de disparar armas de fogo reais. É possível atirar com diversas armas mesmo sem nenhuma experiência. Há muitos pacotes para escolher. O mais vendido é o pacote para salvar os rinocerontes. Você atira com uma AK47 e Golck Pistol – se errar o alvo, tem que fazer uma doação à ONG que protege os bichos. O Gun Fun fica no subsolo da loja City Guns.
  • Bo-Kaap – O bairro de Bo-Kaap é conhecido por suas ruas estreitas e casas coloridas, o que deixa os cenários instagramáveis. É um dos bairros mais antigos da cidade. Algumas casas são do século 18. Seus primeiros ocupantes foram descendentes de escravos trazidos das colônias holandesas do Sudeste Asiático, que também ficaram conhecidos como “Cape Malays” (malaios do Cabo). A eles se juntaram descendentes de escravos trazidos do subcontinente indiano e, posteriormente, imigrantes muçulmanos. Hoje, a região é o berço da cultura muçulmana na Cidade do Cabo. Para entender mais sobre sua história, vale uma visita ao Museu de Bo-Kaap. 

Veja também: Passeios na Cidade do Cabo

Quanto custa viajar para a Cidade do Cabo?

Chapmans Peaks
Chapmans Peaks

Menos do que você está imaginando!

A Cidade do Cabo é uma cidade portuária na costa sudoeste da África do Sul. Também conhecida como Cape Town, ela está situada a 65 Km da cidade de Malmesbury e a 49 Km de Stellenbosch

Apesar da cidade ter um aeroporto moderno, não há voos direto do Brasil. A maneira mais fácil de chegar ao destino partindo de nosso país é fazendo uma conexão em Joanesburgo e, então, seguindo em um novo voo com cerca de duas horas de duração até a Cidade do Cabo. Voos de São Paulo pela South African Airways são a opção mais rápida e econômica.

  • Passagens – São Paulo R$4494,00 (somente ida)
  • Aluguel de carro – Categoria econômica Sedan R$107,00 a diária / veículos SUV R$267,00 a diária (preço médio para no mínimo 7 dias)
  • Passeios – O bilhete adulto do teleférico da Table Mountain custa R380 ida e volta pela manhã e R300 a partir das 13h. Somente um trecho custa R200 (subida ou descida em qualquer horário). Já uma excursão de um dia de vinícolas com degustação de queijos e vinhos sai a R$452,00 por pessoa. 
  • Hospedagens – Há acomodações para todos os gostos e bolsos. De hostels mais baratos até apartamentos e mansões privativos, passando por hotéis luxuosos em Camps Bay, é possível gastar entre R$97,00 e R$8000,00 a diária.

Obs.: Os valores acima correspondem à baixa temporada. 

Estima-se que numa viagem de 7 dias para a Cidade do Cabo é necessário ter, em média, R$3000,00 a R$4500,00, exceto as passagens aéreas. Com esse valor, dá para fazer os passeios mais básicos, se alimentar bem e se hospedar em algum local confortável. 

Veja também: Quanto custa viajar para a Cidade do Cabo

Experiências em Cidade do Cabo

boulders-beach-cidade-do-cabo
boulders-beach-cidade-do-cabo

Experiências inesquecíveis para você aproveitar o melhor!

Sir Francis Drake explicau essa cidade como “o cabo mais bonito em toda a circunferência do mundo” e não é para menos:o lugar arranca suspiros profundos.

De uma beleza ìmpar, a Cidade do Cabo tem experiências únicas para seus visitantes. Um mergulho nos esportes aquáticos e na natureza estonteante do lugar.

A Cidade do Cabo é apreciada e admirada não apenas por sua beleza natural, mas também por sua rica herança e seriedade cultural

  • Ciclismo Aquático – Essas bicicletas tornam a caminhada sobre a água tão fácil quanto uma torta. Tudo o que você precisa fazer é se sentar e pedalar, exatamente como faria em uma bicicleta normal. Além de divertidos, são estáveis ​​e não combustíveis combustíveis (nem emitem transferidos), o que os torna ecologicamente corretos. Os passeios são acompanhados por uma equipe experiente em um barco-guia próximo e levam você do píer de Simon’s Town, passando pela base naval e em direção a Boulders Beach. Sua posição sentada permite mais do que uma espiada na vida marinha das focas do Cabo (e até mesmo das baleias durante a temporada).
  • Passeios de Caiaque – Este passeio de caiaque guiado de duas horas sai da praia de Three Anchor Bay sob o Sea Point Promenade e se aventura ao longo da costa em direção ao V&A Waterfront (ou Clifton Beach) – dependendo do clima e de preferência sua. Você vai encontrar um universo totalmente diferente: pinguins africanos, focas do cabo, peixes-lua (também conhecidos como mola mola), baleias francas e golfinhos são conhecidos por nadar perto da costa. Além disso, você verá como a Cordilheira da Cabeça de Leão e a Cordilheira dos Doze Apóstolos se parecem do mar.
  • SUP em torno do V&A Waterfront – os remadores podem vivenciar o V&A Waterfront de seus majestosos canais, durante uma volta de três quilômetros. Todo o equipamento é fornecido, junto com os serviços de um guia experiente, e você receberá uma breve introdução ao SUPing antes de partir.
  • Observação de pinguins – Boulders Beach é o lar de uma colônia de pinguins serena e um dos poucos lugares no mundo onde você pode nadar com essas maravilhosas aves aquáticas. A colônia está sob a proteção do SANParks e exige uma taxa de conservação para ter acesso. Uma vez lá, você pode observar os pinguins brincando nas ondas e até mesmo se aproximar deles enquanto eles gingam na terra, embora seja melhor não se aproximar mais do que um metro.
  • Voo duplo de parapente pelo Oceano Atlântico – para essa atividade você não precisará de nenhum conhecimento ou experiência prévia de parapente – seu instrutor irá passar por algumas diretrizes, prendê-lo com segurança e então você será contratado por um piloto experiente. Uma vez no ar, tudo o que você precisa fazer é sentar e relaxar enquanto desliza gradualmente a no máximo 40 km por hora até o famoso calçadão de Sea Point. Os voos duram entre cinco e 30 minutos, dependendo do vento. Em condições climáticas perfeitas, o instrutor mostrará como manobrar para que você mesmo possa pilotar o parapente!
  • Passeio de e-bike pelos vinhedos – O passeio de três horas e meia começa no Monumento Huguenote, onde seu guia mostra como usar sua bicicleta elétrica. Em seguida, você seguirá para Winelands, evitando as estradas principais e parando em Grand Provence, Country Kitchen e Glenwood Wine Farms ao longo do caminho.

Veja também: Experiências na Cidade do Cabo

Lions Head
Lions Head

iFriend: Guia de viagem na Cidade do Cabo

Escolher um guia de turismo em Cidade do Cabo para acompanhá-lo em alguns passeios e roteiros pode ser a melhor opção para você aproveitar ao máximo a cidade.

Cape towns vista
Cape towns vista

A Cidade do Cabo, segunda maior metrópole da África do Sul, espera sua visita!

iFriend. Find a friend, enjoy the ride.

O que achou?

Média 0 / 5. Votos: 0

Que tal?