HomeDicas de ViagemEconomizar em hospedagem: dicas para garantir um bom hotel
Dicas de Viagem

Economizar em hospedagem: dicas para garantir um bom hotel

como economizar em hospedagem
como economizar em hospedagem
Você vai adorar as dicas que o time da iFriend pesquisou para você!

Por incrível que pareça a parte mais complicada de uma viagem é, por vezes, como economizar em hospedagem. Isso se dá pela incrível variedade de hotéis, hostels, pousadas e resorts disponíveis, dependendo do local que você escolha para viajar.

Inúmeras vezes, os viajantes acabam optando por hotéis que estão além de suas capacidades financeiras e não possuem a noção de que, com um pouco de pesquisa, podem encontrar preços atraentes em lugares excelentes.

Portanto, para se economizar em hospedagem é necessário ter cautela na escolha. Pensando nisso, separamos, a seguir, algumas dicas de como lidar com essa pedrinha no sapato.

Vai viajar? Viva experiências incríveis com um iFriend!

1 – Busque sites que sejam referência no ramo de turismo

Evite sites que não sejam tão conhecidos na área de viagens. Apesar de estarmos procurando por preços acessíveis, não podemos correr o risco da velha frase popular “o barato que sai caro!”

Ao procurar empresas confiáveis, raramente você terá alguma irritação na hora de reservar, desfrutar e avaliar o local. Geralmente, essas empresas mais tradicionais possuem equipes especializadas que poderão atender a todas as dúvidas e necessidades do cliente.

2 – Garanta com antecedência a sua hospedagem

Quanto mais famoso é o local, mais difícil será realizar um local para ficar a preços módicos. Recomendamos que seja feita a reserva com, no mínimo, um mês de antecedência.

Se você pretende viajar em algum feriado ( e, aproveite porque neste ano serão vários!) ou nas épocas de alta temporada e garantir com antecedência a sua estadia, será possível encontrar muitos preços interessantes.

Porém, tenha em mente que isso não é uma regra. É possível que, aqueles que marcam de última hora um lugar para ficar, encontrem também preços ainda menores. Isso acontece porque muitos hotéis preferem receber um pouco a não receber nada.

3 – Procure viajar na baixa e média temporada

Na prática, todas as cidades turísticas oscilam entre a baixa e alta temporada. As praias, por exemplo, possuem uma grande quantidade de turistas nos meses de verão.

A mesma lógica funciona para as cidades de climas mais frios, no período de inverno as coisas ficam mais caras devido ao alto fluxo de pessoas.

E os preços tendem a subir mais ainda quando a estação preferida coincide com os meses de férias tais como julho e janeiro. Se você quiser economizar em hospedagem, veja alguns lugares que devem ser evitados durante esses períodos:

  • Rio de Janeiro – RJ;
  • Salvador – BA;
  • Bonito – MS;
  • Recife – PE;
  • Natal – RN;
  • Fortaleza – CE;
  • Fernando de Noronha – PE;
  • Florianópolis – SC.

Porém, há lugares que é possível curtir sua viagem nos períodos de alta temporada no Brasil. Temos lugares como Ouro Preto, que é a cidade ideal para realizar diversos passeios históricos e culturais.

Há ainda um destino ideal para aqueles que amam a natureza: a Chapada Diamantina. Possui muitas grutas e cachoeiras perfeitas para passar o dia relaxando em meio à natureza.

Saiba mais: Conheça as curiosidades do Brasil e do mundo!

4 – Capital ou cidade turística?

Essa é uma pergunta que muitos se fazem e que possui diversas respostas dependendo do lugar que seja apontado para viajar. Vamos tomar como exemplo São Paulo capital que, apesar de ser uma grande cidade, possui preços mais acessíveis durante os fins de semana e os feriados.

Isso se dá porque a capital paulista tem como uma das bases econômicas o turismo de negócio: principal força que movimenta a rede hoteleira. Aos fins de semana a demanda é menor e os hotéis realizam promoções com mais frequência.

O mesmo não acontece com uma cidade turística tal como Bombinhas, em Santa Catarina, que possui um movimento altíssimo de pessoas nos fins de semana e principalmente nos feriados.

Entretanto, é preciso ficar atento, pois nem toda cidade grande possui preços baixos. Um ótimo exemplo disso é Rio de Janeiro, por se tratar de uma metrópole turística.

5 – Fique atento aos comparadores de preços

Certamente é uma mão na roda utilizar esse tipo de serviço quando se deseja fazer uma pesquisa detalhada e rápida para obter resultados satisfatórios sem grandes esforços.

Porém, é preciso ter em mente que, mesmo sendo uma ferramenta útil, tem alguns pontos negativos no seu uso:

  • Alguns desses prestadores irão cobrar comissão. Por mais que pareça ser um preço acessível, fique ciente de que há a possibilidade de embutirem taxas, tal como ocorre em comparadores de preços de viagens aéreas;
  • Sites de reservas desconhecidos. Atente-se de que, além de grandes plataformas de reservas e sites próprios dos hotéis, esses comparadores de preços não apresentam sites conhecidos. Pense que a reserva será feita diretamente por esse site desconhecido e que o atravessador não possui nenhum histórico de confiança.

Levando em conta todas as dicas destacadas acima, é possível fazer uma boa viagem sem dores de cabeça e ainda economizar uma boa grana ao realizar uma hospedagem. 

Leia mais: Tendências do turismo em 2023: raio-x das principais pesquisas

dicas de hospedagens mais baratas
dicas de hospedagens mais baratas

Agora que você está por dentro das principais dicas para economizar em hospedagem, não deixe de planejar suas viagens com um iFriend e garantir os melhores passeios.

iFriend. Find a Friend. Enjoy the ride!

Comentar

Comentar

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Que tal?